Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/2430
Título: O apoio financeiro das Fundações aos estudantes do ensino superior–avaliação do seu impacto na decisão de prosseguir estudos
Autor: Duarte, Edite Cristina Marques Lourenço
Orientador: Jorge, Nuno
Palavras-chave: Medidas de apoio
Ensino superior
Organizações de economia social
Abandono dos estudos
Data de Defesa: 19-Dez-2018
Citação: Duarte, E. (2018). O apoio financeiro das Fundações aos estudantes do ensino superior–avaliação do seu impacto na decisão de prosseguir estudos (Mestrado). Escola Superior de Gestão e Tecnologia, Santarém. Disponível na WWW em:<http://hdl.handle.net/10400.15/2430>
Resumo: As medidas de apoio financeiro atribuídas pelas Organizações de Economia Social aos estudantes do ensino superior são de vital importância para estes estudantes e suas famílias. Numa pesquisa prévia, foi possível constatar que, em Portugal, não existem estudos sobre esta realidade e, portanto, esta investigação procura contribuir para o conhecimento sobre o impacto que estas medidas têm para os estudantes, na decisão de prosseguirem ou abandonarem os seus estudos. Os dados empíricos deste estudo foram obtidos através da aplicação de um questionário a 230 estudantes que frequentam Instituições de Ensino Superior em Portugal e que beneficiaram destes apoios, concedidos pelas quatro Fundações que colaboraram no trabalho. Foram ainda realizadas três entrevistas aos responsáveis pela atribuição dos referidos apoios nas fundações, no sentido de aprofundar o conhecimento da temática em estudo. Entre outras conclusões, os resultados sugerem que os tipos de apoios concedidos por estas organizações, referentes a bolsas de estudo, bolsas de investigação e prémios escolares, têm como objetivo principal apoiar na prossecução dos estudos, melhorando a formação do cidadão, premiando a excelência e estimulando a investigação. Estes apoios são de toda a importância, devido à incapacidade das famílias para suportar a totalidade das despesas com a frequência do ensino superior, e o apoio do Estado é também insuficiente para fazer face aos custos totais que os estudantes suportam. Neste contexto, o tema desta investigação enquadra-se no Mestrado em Gestão de Organizações de Economia Social, pois, são muitas vezes estas organizações, e em particular as fundações, que permitem reduzir este desajustamento entre a comparticipação do Estado e/ou das famílias e as despesas dos estudantes com a frequência do ensino superior, reduzindo as situações de carência económica, e permitindo a continuação dos estudos. O que este estudo permitiu concluir foi que, não fosse a bolsa paga pelas Fundações incluídas na amostra, grande percentagem dos inquiridos não teria possibilidade de continuar a estudar, pelo que este tipo de apoio se revela determinante na prossecução / conclusão dos estudos.
Descrição: Dissertação, Mestrado, Gestão de Organizações de Economia Social, Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia, 2018
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/2430
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESGTS
Mestrado em Gestão de Organizações de Economia Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
EditeCristinaMarquesLourencoDuarte_Mestrado_GOES.pdf1,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.