Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/912
Título: Avelãs de Cima: alimentar uma pratica de marketing territorial, vencer uma crise local
Autor: Carvalho, José
Ruivo, Paula Lúcia
Veiga, M.
Palavras-chave: Desenvolvimento regional
marketing territorial
atratividade
utilizadores do território
Anadia
Data: 2013
Editora: Universidade de Évora /Comissão Organizadora do ESADR 2013
Citação: Carvalho, J., Ruivo, P., Veiga, M. (2013), Avelãs de Cima: alimentar uma pratica de marketing territorial. Alimentar Mentalidades, Vencer a Crise Global - Atas do ESADR 2013, 15 a 19 de Outubro de 2013, Évora, pp. 2337-235, ISBN:978-989-8550-19-4.
Resumo: No nosso País são numerosos os territórios rurais que se têm esvaziado de pessoas e de eventos… Com este processo, desaparecem estruturas, relações e vivências que acabam por resultar num conjunto de perdas, algumas irreparáveis, outras que intensificam múltiplas ruturas, muito difíceis de voltarem a coexistir, não só do ponto de vista dos recursos humanos, mas também do reconhecimento e valorização desses territórios. Ora, esta noção de perda tem sido vivida, sentida e partilhada pelos residentes mas, igualmente, por todos os outros utilizadores do território. No entanto, é possível ultrapassar este problema em alguns desses territórios, pois a persistência de recursos naturais ou outros, são de tanta relevância, tão assimilados e incorporados no sistema, que os seus não esquecimentos, as suas integrações nas atividades e as suas múltiplas utilizações podem ajudar a criar uma primeira base de manutenção e valorização global, reduzindo fragilidades e permitindo a concentração de várias funções, sem colidirem com o perfil de desenvolvimento desejado. A freguesia de Avelãs de Cima, no concelho de Anadia é um exemplo do descrito: um território rural, onde as funções económicas têm estado essencialmente assentes em práticas agrícolas e florestais. Como detém características exclusivas e espaços muito próprios, suficientemente distintivos por comparação com a oferta global dos territórios adjacentes, reconhecidos pela sua qualidade e diferenciação pelos utilizadores, apresenta-se um estudo de caso, com a aplicação de conceitos e ideias suportados em práticas empreendedoras e de marketing territorial, aproveitando as novas procuras da representação do rural, valorizando outras funções dos espaços rurais que não exclusivamente a agrícola, num quadro de preservação da identidade dos aglomerados rurais e de respeito e reforço do sentido de pertença, e que passa também pela formulação de atividades que satisfaçam conjuntamente residentes, visitantes e investidores.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/912
ISBN: 978-989-8550-19-4
Aparece nas colecções:Comunicações em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CARVALHORUIVO_avelã_APDEA2013.pdf2,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.