Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/889
Título: Relação entre ambiguidade do papel e ansiedade competitiva no futebol jovem
Autor: Grande, Edna
Silva, Carlos
Borrego, Carla
Palavras-chave: Ambiguidade de papel
Ansiedade
Futebol Jovem
Role Ambiguity
Anxiety-State
Youth Football
Data: Mai-2013
Editora: Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém (UIPS)
Citação: Grande,E.C.;Silva,C. & Borrego,C.C. (2013).Relação entre ambiguidade do papel e ansiedade competitiva no futebol jovem.Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém,1(1),80-95
Resumo: O objetivo do estudo foi examinar a relação entre a ambiguidade de papel e a ansiedade no contexto do futebol jovem. Participam no estudo 286 jogadores de futebol, do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 15 e 19 anos (17,03±1,34). Para avaliar a ambiguidade e a ansiedade, recorremos às versões portuguesas do Role Ambiguity Scale (Beauchamp et al. 2002) e CSAI-2 (Martens, Burton, Vealey, Bump e Smith, 1983). Para analisarmos a relação existente entre os dois conceitos utilizamos o teste de Pearson, e a regressão múltipla para verificar os preditores da ansiedade. Os resultados sugerem que a ambiguidade de papel está positiva e moderadamente relacionada com a ansiedade-estado. Verificamos ainda que o principal preditor da ansiedade-estado somática é a dimensão extensão das responsabilidades ofensivas e a dimensão consequências do não cumprimento do papel defensivo é o principal preditor da ansiedade-estado cognitiva. - The aim of the study was to examine the relationship between role ambiguity and anxiety in the context of youth football. This study analyzed 286 male soccer players, ages between 15 and 19 years (17.03 ± 1.34). In order to evaluate the ambiguity and anxiety, we use the Portuguese versions of the Role Ambiguity Scale (Beauchamp et al. 2002) and CSAI-2 (Martens, Burton, Vealey, Bump and Smith, 1983). To analyze the relationship between the two concepts we use the Pearson test and multiple regression and, therefore determine the predictors of anxiety. Results suggest that role ambiguity is positively and moderately related to state anxiety. We also found that the main predictor of somatic state anxiety is the offensive responsibilities and the consequences of not fulfilling defensive role are the main predictor of cognitive state anxiety.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/889
ISSN: 2182-9608
Versão do Editor: http://www.ipsantarem.pt/arquivo/5004
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais - ESDRM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Revista da UIIPS_N1_Vol1_2013_artigo5.pdf156,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.