Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/852
Título: O papel do Técnico Oficial de Contas na elaboração de relatórios de sustentabilidade:Um estudo aplicado às 500 maiores empresas portuguesas
Autor: Lima, Angela
Leal, Susana
Faria, Jorge
Palavras-chave: Responsabilidade Social das Empresas
Relatórios de Sustentabilidade
Técnico Oficial de Contas
Data: Set-2013
Editora: Universidade de Évora
Citação: LIMA, Angela ; LEAL, Susana ; FARIA, Jorge - O papel do técnico oficial de contas na elaboração de relatórios de sustentabilidade : um estudo aplicado às 500 maiores empresas portuguesas. Congresso Internacional de Verão : Europa Cidadã : pessoas, empresas e instituições, 3, Évora, 2013
Resumo: A elaboração e divulgação dos relatórios de sustentabilidade são um novo desafio para as empresas, estando o campo de investigação em torno do assunto em crescente desenvolvimento. Estes relatórios assumem-se como um veículo importante na divulgação das práticas da Responsabilidade Social das Empresas, procurando demonstrar e comunicar os vários contributos de uma empresa face ao Triple Bottom Line. A comunicação da sustentabilidade tem de ser percebida pelas empresas como uma ferramenta de gestão utilizada para alcançar o melhor desempenho organizacional não só ao nível das empresas de maior dimensão, mas também ao nível das PMEs onde por vezes o Técnico Oficial de Contas (TOC) é o único técnico especializado. O TOC conhece a realidade de cada empresa, por isso deve ser integrado nas equipas que elaboram e publicam os relatórios de sustentabilidade. O presente trabalho tem como objetivo elaborar um retrato da realidade portuguesa face à participação do TOC na elaboração de Relatórios de Sustentabilidade, assim, estudamos quais as empresas que publicam relatórios de sustentabilidade e destas qual o papel do TOC na sua preparação e elaboração. O levantamento desta informação foi efetuado através do envio de questionários disponibilizados numa plataforma online, entre os meses de abril a junho de 2013. Obteve-se uma amostra de 35 empresas. Conclui-se que a publicação de relatórios de sustentabilidade ainda não é prática comum, apenas 43% das empresas inquiridas elaboram relatórios de sustentabilidade, 73% destas empresas utilizam a informação produzida pelo TOC na elaboração o seu relatório de sustentabilidade, mas não os incluem nas equipas de preparação (73%), sendo a sua principal função fazer uma extensão mais detalhada dos relatórios financeiros, considerando o grupo das 500 maiores empresas portuguesas (cf. revista Exame, 2012)
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/852
Aparece nas colecções:Comunicações em conferências e congressos_ESGTS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
SusanaLeal_Opapel_2014.pdf360,01 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.