Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/597
Título: Estudo do tipo e grau de parasitismo em caprinos das quatro raças portuguesas: Serrana, Algarvia, Serpentina e Charnequeira: análise dos resultados de um esquema de controlo integrado aplicado
Outros títulos: Type and degree of parasitism in goats of four portuguese breeds: Serrana, Algarvia, Serpentina and Charnequeira: analysis of the results of an integrated control scheme
Autor: Francisco, Pedro Ribeiro
Frazão, Joaquim Franco
Fazendeiro, M. I.
Jorge, Ana Teresa
Palavras-chave: Caprino
Cabra
Raça autóctone
Parasitismo
Goat
Breed
Parasite
NEMATODA
Data: 1991
Editora: Sociedade Portuguesa de Ciências Veterinárias
Citação: FRANCISCO, P. R.; FRAZÃO, J. F.; FAZENDEIRO, M. I.; JORGE, A.T. (1991) - Estudo do tipo de parasitismo em caprinos de quatro raças portuguesas: Serrana, Algarvia, Serpentina e Charnequeira: análise dos resultados de um esquema de controlo integrado aplicado. Revista Portuguesa de Ciências Veterinárias, 86 (500) : 202-207.
Resumo: O presente ensaio foi realizado no período que decorreu de Abril de 1988 a Março de 1989, na Estação Zootécnica Nacional – Unidade de Parasitologia – e Escola Superior Agrária de Santarém – Herdade da Agolada de Baixo, Coruche. O principal objectivo do mesmo foi a análise e significado epidemiológico de um esquema de controlo integrado do parasitismo. Este esquema consistiu em três tratamentos anti-helminticos (antes das cobrições, parições e lactação). Utilizou-se o Febantel e Oxfendazole em dose dupla, o primeiro nas raças Serrana e Algarvia e o último nas outras duas raças. Formaram-se dois lotes (tratado e testemunho) de um total de 70 cabras adultas. Identificaram-se dois tipos de parasitismo: Estrongilose gastrintestinal e Protostrongilidose. Não se verificam diferenças significativas no que respeita a eliminação de larvas de primeiro estado de protostrongilideos (L1) entre lotes tratados e testemunhos das quatro raças. Apenas se observaram diferenças significativas para estrongilídeos gastrintestinais e num curto período após o tratamento. Os parâmetros sanguíneos, embora abaixo dos valores considerados normais para caprinos, não se alteram de modo significativo após os tratamentos, excepto a eosinofilia durante a lactação. The present work was carried out from April 1988 to March 1989, in Estação Zootécnica Nacional – Unidade de Parasitologia – and Escola Superior Agrária de Santarém – Herdade da Agolada de Baixo, Coruche. The main objective was to analyse the epidemiological meaning of a scheme of integrated control of parasitism applied to goats of four Portuguese breeds – Serrana, Algarvia, Serpentina and Charnequeira. The scheme consisted of three anthelmintic treatments (before breeding, kidding and lactation). Febantel and Oxfendazole in a double dose were used, the first anthelmintic to Serrana and Algarvia breeds and the latter to the other two breeds. Two lots of animals (trated and control) were used from a total of 70 adults goats. Gastrointestinal and lungworm (Prostostrongylosis) were identified. There were no significative differences concerning elimination of first stage larvae of prostostrongylids between treated and control lots for the four breeds. Differences were exclusively observed for gastrointestinal worms and only during a short period after treatment. Blood parameters, although below normal values, were not significantly changed as a result of anthelmintic treatment except for eosinophylia during lactation.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/597
ISSN: 0035-0389
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
JORGEAT_CONTPARASCAPRIN_RPCV1991.pdf652,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.