Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/580
Título: Contaminação fecal por parasitas de canídeos da vila de Azambuja
Autor: Maurício, Cátia
Rosa, Fernanda
Crespo, Maria Virgínia
Palavras-chave: Cão
Fezes
Diagnóstico de laboratório
Parasitismo
CESTODA
NEMATODA
PROTOZOA
Azambuja
Saúde pública
Data: 2006
Editora: Sociedade Portuguesa de Parasitologia
Citação: Maurício, C.; Rosa, F..; Crespo, M.V. (2006) - Contaminação fecal por parasitas de canídeos da vila de Azambuja. In Acta Parasitológica Portuguesa, 13 (1-2): 47-51
Resumo: A saúde e o bem-estar do homem estão directamente relacionados com a qualidade do meio ambiente. A contaminação ambiental por formas parasitárias transmissíveis ao Homem através das fezes de canídeos, constitui um sério problema de Saúde Pública, principalmente para as crianças que frequentemente utilizam locais públicos como área de lazer. Neste contexto, o presente trabalho teve como objectivo principal determinar a eliminação parasitária, em fezes de canídeos encontradas nos jardins e vias públicas do Concelho de Azambuja, para identificação das zonas de maior risco de infecção. Entre Janeiro de 2006 e Setembro de 2006 (nove meses) efectuou-se mensalmente a colheita aleatória de 432 amostras de fezes de canídeo encontradas no solo de diferentes locais da Vila de Azambuja, 216 no centro e 216 na periferia. As análises coprológicas foram realizadas com base em métodos qualitativos (Willis e sedimentação espontânea). Das 432 amostras de fezes de canídeos colhidas, 36 (8,33%) apresentaram ovos de helmintes e oocistos de protozoários com a seguinte distribuição por área de estudo: área central - 10,19%; área periférica - 6,48%. Na área urbana identificaram-se ovos de espécimes pertencentes às famílias TAENIIDAE (2,77%) e DIPYLIDIIDAE (5,56%) (CESTODA, PLATYHELMINTHES), ANCYLOSTOMATIDAE (58,33%), ASCARIDIDAE (16,66%) e TRICHURIDAE (22,22%) (NEMATODA) e oocistos de EIMERIIDAE (8,33%) e SARCOCYSTIDAE (5,56) (PROTOZOA). Nas amostras das restantes freguesias, apenas se observaram ovos de NEMATODA (ANCYLOSTOMATIDAE e Trichuris e Toxocara). Das amostras positivas registadas na freguesia urbana, 86,11% apresentaram infecção simples, 8,33% infecção dupla e 5,56% infecção tripla. Apesar dos resultados obtidos inferirem infecções leves e baixas eliminações parasitárias nos canídeos do concelho em estudo, tendo em conta o papel que estes animais desempenham na transmissão de algumas zoonoses, é essencial salientar a necessidade de implementação de medidas preventivas, de forma a reduzir os riscos de contaminação ambiental e de infecção humana e animal. Human health and welfare are directly related to environmental quality. The environmental contamination by transmissible parasites through out dog faeces is considered as a severe problem in Public Health, mainly for children who use to play in public spaces. Therefore, the purpose of this study was the determination of gastrointestinal parasites egg output in samples of dog faeces collected in public gardens and streets of Azambuja, aiming to identify the major areas where helminthological infection can occur. From January 2006 to September 2006 (nine months), an overall of 432 samples of dog faeces was taken from soil in different places of the village the Azambuja, 216 samples in central and 216 in peripheral areas. Coprological exams were performed based on qualitative (Willis and sedimentation techniques) methods. Results: From the overall 432 samples, 36 (8,33%) shed helminth eggs and/or protozoa oocyst, with the prevalence by area: central - 10,19%; peripherical - 6,48%. In the urban area, the identified eggs belonged to the families TAENIIDAE (2,77%) and DIPYLIDIIDAE (5,56%) (CESTODA/ PLATYHELMINTHES), ANCYLOSTOMATIDAE (58,33%), ASCARIDIDAE (16,66%) and TRICHURIDAE (22,22%) (NEMATODA) and the oocyst observed to the EIMERIIDAE (8,33%) (PROTOZOA). In the remaining areas, only eggs of NEMATODA (ANCYLOSTOMATIDAE, Trichuris sp. and Toxocara sp.) were observed. Considering the positive samples in the urban area, 86,11% showed simple infection, 8,33% double infection and 5,56% triple infection. In spite of the results obtained, suggesting that in this council dogs carried out light infections and low parasitic egg output, taking into consideration the important role that these animals have in transmission of some zoonosis, it is essential to point out the need of implementation of control measures, in a way to reduce the environmental contamination risks and the human and animal infection
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/580
ISSN: 0872-5292
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CRESPOMV_ContaminFecal_Azambuja2006.pdf974,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.