Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/573
Título: Acerca de alguns IXODIDAE de vertebrados silvestres do Sudeste Africano
Autor: Oliveira, Bernardo
Crespo, Maria Virgínia
Rosa, Fernanda
Palavras-chave: Ixodidae
Mammalia
Aves
Sudeste Africano
Data: 23-Nov-2000
Citação: OLIVEIRA, B; CRESPO, M. V.; ROSA, F. – “Acerca de alguns IXODIDAE de vertebrados silvestres do Sudeste Africano”. Res. in: V Congresso Português de Parasitologia: 94, Lisboa 23-25 de Novembro de 2000.
Resumo: Procedeu-se à identificação de uma colecção de IXODIDAE do sudeste africano (Região de Tete, na República Democrática de Moçambique e da Região do Cabo, na República da África do Sul), recolhida em MAMMALIA (Artiodactyla, Perissodactyla e Carnivora) e AVES, capturados em coutadas privadas de caça. A identificação taxonómica baseou-se na chave de identificação adoptada por TRAVASSOS DIAS (1989) e na morfologia das genitálias. Em Moçambique, registou-se apenas uma espécie, Rhipicephalus sanguineus, em Aepyceros melampus (impala), Leptailurus serval (serval) e Gyps sp. (grifo). Na África do Sul, as espécies são: Ixodes pilosus (Connochaetus taurinus, gnú), Ixodes sp. (Damaliscus dorcas philipsi, damalisco), Amblyomma hebraeum (Oryx gazella gazella, orix), Boophilus florae (Damaliscus dorcas philipsi), Boophilus spp. (Connochaetus taurinus), Hyalomma truncatum (Alcelaphus buselaphus caama, caama e Tragelaphus strepsiceros, cudo) e Rhipicephalus sanguineus (Oryx gazella gazella e Equus burchellii antiquorum, zebra). Fazem-se considerações sobre a importância destes vectores e do papel que os hospedeiros vertebrados desempenham como reservatórios na transmissão de agentes patogénicos. Taxonomic studies were made in an IXODIDAE collection off MAMMALIA (Artiodactyla, Perissodactyla and Carnivora) and AVES, trapped in same private farms at Mozambique Democratic Republic (Tete Region) and South Africa Republic (Cape Region). Those studies were based on the TRAVASSOS DIAS (1989) identification keys and on genitalia morphology. In Mozambique, Rhipicephalus sanguineus was the only specie observed at Aepyceros melampus (impala), Leptailurus serval (serval) e Gyps sp. (white-backed volture). In South Africa farms, the ixodidae identified were Ixodes pilosus (Connochaetus taurinus, gnu), Ixodes sp. (Damaliscus dorcas philipsi, blesbok), Amblyomma hebraeum (Oryx gazella gazella, orix), Boophilus florae (Damaliscus dorcas philipsi), Boophilus spp. (Connochaetus taurinus), Hyalomma truncatum (Alcelaphus buselaphus caama, red hartebeest and Tragelaphus strepsiceros, cudo) and Rhipicephalus sanguineus (Oryx gazella gazella and Equus burchellii antiquorum, zebra). Some comments are made about their importance as vectors and about the importance of the vertebrate hosts as reservatoirs in the pathogens transmission.
Descrição: Apresentação em painel
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/573
ISSN: 0872-5292
Aparece nas colecções:Posters em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Crespo ixod SA - 2000.pdf459,37 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.