Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/419
Título: Cuidar idosos: uma construção cultural para o estudante de enfermagem
Autor: Reis, Alcinda
Palavras-chave: IDOSOS
DIVERSIDADE CULTURAL
GERAÇÕES
ESTUDANTE DE ENFERMAGEM
Data de Defesa: 2001
Resumo: O desenvolvimento desta investigação, processou-se com vista à clarificação dos significados atribuídos pelos estudantes da formação inicial em Enfermagem, à interacção e relações de cuidar pessoas idosas – objecto do estudo. No sentido da compreensão destes significados bem como do seu processo de construção, procurámos identificar os momentos – marcantes e os personagens – chave no contexto de todo o percurso de vida dos estudantes tal como a sua relação com opções adoptadas pela e na Enfermagem. Utilizámos as histórias de vida de três estudantes, com uma orientação de entrevista etno biográfica, visando o seu testemunho circunstanciado no âmbito do acontecimento específico referido. Classificamos o estudo de qualitativo, de orientação etnográfica, mais especificamente de mini etnografia. Sendo que, quer o contexto familiar dos narradores, quer o da sua formação escolar em Enfermagem, são assumidos no decurso da investigação, como pólos organizadores da discussão, referimos como principais conclusões: -A vivência de uma cultura familiar que privilegia o cuidar genérico dos seus idosos em que o narrador desenvolve por vezes acções nesse sentido, a par do elemento feminino da família (normalmente a mãe) é assumida como um factor importante na opção pelo cuidar profissional. -O controle familiar que é sentido nos momentos de morte dos avós, sendo vedada aos estudantes, a vivência deste tipo de rituais, é simultaneamente assumido como um ponto de “viragem” em que é tomada a opção profissional pela Enfermagem. -A representação da pessoa idosa como foco do cuidar profissional, é sobreponível à figura dos “avó”, estruturada a partir de uma noção de afectividade, constituindo-se como alicerce fundamental da socialização dos estudantes. -As vivências e relações de convivialidade em meio rural, são promotoras da sensibilização para cuidar idosos. -A interacção e relações de cuidar em ensino clínico, estabelecidas com idosos, são dimensionadas numa perspectiva «alocêntrica» para os narradores, pois que os induz num nível de reflexividade e auto – aceitação, bem como no estabelecimento de valores altruístas. -A responsabilidade na auto – formação ao nível da Enfermagem Gerontológica e Geriátrica, é assumida pelos estudantes no sentido de um “saber em construção” ao invés de um “saber construído”. -O objectivo da formação neste âmbito é o cuidar idosos de forma culturalmente congruente, que é todavia por vezes comprometido, quando se enfatiza o contexto hospitalar como preferencial, privilegiando-se sobretudo o desenvolvimento de um “sentimento de pertença” a uma cultura profissional de Enfermagem, que tem aí maior visibilidade. The development of this research, was aimed at clarifying the meanings assigned by students of initial training in nursing, interaction and relationships of caring for elderly – subject of study. Trying to understand these meanings as well as its construction process, we sought to identify striking moments – and characters – key in the context of the whole route of life of students such as his relationship with options taken by and in nursing. We have used the life stories of three students, with a biographical interview with his testimony detailed the specific event. We classify our study as qualitative with ethnographic orientation, more specifically like a mini ethnography. Being that both the familiar context of narrators, whether your school training in nursing, are made in the course of the investigation, as poles organizers discussion, mentioned as main conclusions: -The experience of a family culture that emphasizes the care of their elderly in generic narrator’s develops sometimes shares the couple family female element (usually the mother) is assumed to be an important factor in opting for professional care. -The control family is felt in moments of death of grandparents, being forbidden to students, the experience of this type of ritual, is simultaneously assumed as a "turning point" in which the option is taken by the Nursing Professional. -The representation of the older person as focus of care professional is like the figure of "Grandma", structured from a notion of affectivity, becoming as fundamental building block of the socialization of students. -The experiences and relationships of user-friendliness in rural areas, are promoting awareness to care for the elderly. -The interaction and relationships of care in clinical education, established on the elderly, are sized in an «alocentric» perspective for narrators, since that induces a level of reflection and auto-acceptance, as well as in the establishment of altruistic values. -Responsibility in self – training in Gerontological and Geriatric Nursing, is taken by students in the sense of a "under construction" rather than a "know built." -The objective of training in this context is the care for the elderly so culturally congruent, which is however sometimes compromised when it emphasizes the hospital context as their preferred, privilegiating the development of a "sense of belonging" to a culture of Professional Nursing, which has greater visibility.
Descrição: Dissertação apresentada para obtenção do grau de Mestre em ciências da Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/419
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESSS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mestrado_Alcinda.pdf41,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.