Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/398
Título: A formação do treinador de futebol: análise de competências, modelos e necessidades de formação
Autor: Costa, João Paulo
Palavras-chave: Formação
Treinadores
Futebol
Competências
Necessidades
Modelos
Data de Defesa: 2005
Editora: UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Faculdade de Motricidade Humana
Resumo: O estudo pretende identificar as percepções dos treinadores de futebol e dos dirigentes desportivos acerca do perfil de competências específicas dos treinadores, acerca das suas necessidades de formação bem como caracterizar as suas perspectivas relativamente à formação inicial e contínua, verificando a influência de variáveis como a idade, o nível de escolaridade, tipo de formação, experiência profissional, nível e anos de prática como atleta, comparando, ainda, as percepções de dirigentes e de treinadores. Participaram no estudo 116 Treinadores e 50 Dirigentes, tendo-se, para o efeito, construído e aplicado um questionário. O questionário foi objecto de validação. Os dados foram tratados através de estatística descritiva e inferencial, nomeadamente X2 e Análise da Variância (ANOVA). O estudo descreve características gerais dos treinadores, a sua formação, o perfil de competências desejado, as condições de acesso percebidas como adequadas, as entidades que entendem ser responsáveis pela formação inicial, as estratégias de formação contínua que valorizam, as necessidades de formação e as características do treinador que consideram justificadas e as fontes de conhecimento profissional percepcionadas pelos inquiridos. No Perfil de competências percepcionado pelos treinadores, o nível de escolaridade é o grande diferenciador. A experiência profissional e as restantes variáveis introduzem pouca variabilidade. Os treinadores sentem maiores necessidades de formação nas áreas “Técnica e Táctica”, “Equipamentos e Tecnologias” e a “Metodologia do Treino”. A percepção das necessidades de formação é independente dos grupos de treinadores e as variáveis que as determinam são, dominantemente, a idade e o nível de escolaridade. Os treinadores valorizam mais as competências que estão directamente relacionados com as suas tarefas diárias e com a sua actividade pedagógica, e por seu lado, os dirigentes atribuem uma maior valorização às competências relacionadas com as questões sociais, regulamentares e de gestão do treinador, não se notam diferenças significativas ao nível da percepção e valorização das diferentes variáveis. - This study intends to identify the perceptions of soccer coaches and sport directors concerning the profile of specific professional skills and competencies and its educational needs of initial and continuous professional training. The study characterizes their perspectives about initial and continuous education, verifying the influence of variables as age, academic level, type of formal training, professional experience and level and years of practice as athlete. We compare, also, the perceptions of coaches and directors. 116 coaches and 50 directors participated in the study. We constructed and applied a questionnaire. The questionnaire was submitted to expert validation. The data had been treated through descriptive and inferential statistics, namely X2 and ANOVA. The study describes general coaches characteristics, its formal professional training, the profile of skills they see as desired, there perceived conditions of training access, the organizational entities they understand able to be responsible for the initial formation, the strategies of continuous education they value, the professional education needs and deficiencies and the sources of professional knowledge. Academic Level was the skill and competencies profile great differentiator. All other variables introduced little variability in the perceived profile. Coaches’ great’s educational needs were "Technique and Tactic", "Equipment and Technologies" and “Training Methodology ", in a technical approach to the profession, valuing immediate and practical professional skills. The professional perceived needs were determined by age and academic level. Between coaches and directors there were some significant differences. Coaches values more skills that were related with their daily tasks and their pedagogical activity and directors attribute a bigger valuation to the abilities related with social matters, management skills and sport rules and regulation knowledge.
Descrição: Dissertação elaborada com vista à obtenção do Grau de Mestre em Treino do Jovem Atleta, apresentada à Faculdade de Motricidade Humana ,por João Paulo Azevedo da Costa. Orientador: Professor Doutor António Fernando Boleto Rosado Júri: Presidente Professor Doutor Pedro Augusto Cordeiro Sarmento Vogais Professor Doutor José de Jesus Fernandes Rodrigues Professor Doutor António Fernando Boleto Rosado Professor Doutor Vítor Manuel Santos Silva Ferreira Professor Doutor Rui Jorge Bértolo Lara Madeira Claudino
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/398
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESDRM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final - A Formação do Treinador de Futebol. João Paulo Costa.pdfTese de Mestrado ficheiro principal699,09 kBAdobe PDFVer/Abrir
Quest Aos Treinadores de Futebol Anexo A JPC.pdfQuestionário aos Treinadores de Futebol99,58 kBAdobe PDFVer/Abrir
Quest Sobre os Treinadores Anexo B JPC.pdfQuestionário sobre os Treinadores de Futebol100,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.