Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/391
Título: Estudo do feedback pedagógico em instrutores de ginástica localizada com diferentes níveis de experiência profissional
Autor: Simões, Vera
Palavras-chave: Feedback pedagógico
Ginástica localizada
Experiência profissional
Instrutores de fitness
Data de Defesa: 2008
Resumo: Pretende-se com a realização do presente estudo caracterizar o feedback pedagógico (feedback) emitido pelos instrutores de Fitness na actividade de Localizada, verificar se existem diferenças significativas, na frequência da emissão de feedbacks por minuto, nos instrutores de Fitness com diferentes níveis de experiência profissional nas aulas de Localizada e comparar este tipo de comportamento em instrutores com diferentes níveis de experiência profissional.A amostra do estudo foi constituída por 62 instrutores de Ginástica Localizada, sendo estes, inseridos em grupos com diferentes níveis de experiência profissional, experiência profissional como instrutor de Fitness com ≤ 3 anos de experiência (grupo A); com + 3 a 5 anos de experiência (grupo B); com > 5 anos de experiência (grupo C), distribuídos por Portugal.Estudou-se o feedback emitido pelos instrutores, através das filmagens das aulas, com a utilização de um sistema de observação (Piéron 1999; Sarmento, Veiga, Rosado, Rodrigues & Ferreira 1998; Schmidt & Lee, 1999) composto por 7 dimensões e 24 categorias. Foram utilizadas as dimensões momento de ocorrência, retrospectiva, forma, objectivo, afectividade, direcção, acompanhamento de prática consequente ao feedback e respectivas categorias de feedback. Estudou-se o feedback emitido pelos instrutores, quando estes, eventualmente, também assumiam um posicionamento de outlier relativamente ao grupo em que estavam inseridos. Foi realizada uma análise com e sem outliers. Para testar as hipóteses formuladas, foi utilizada a análise de variância a um factor (One Way Anova), o teste de Bonferroni e os testes não paramétricos Krusskal-Wallis e Mann-Whitney. Assim, verificou-se existirem diferenças significativas entre os 3 grupos de experiência profissional como instrutor de Fitness nas aulas de Localizada, relativamente à frequência de emissão de feedbacks por minuto, quando considerados todos os sujeitos, como quando retirados os outliers de cada grupo. Relativamente à frequência de emissão de feedbacks/minuto, quando analisados os 3 grupos com e sem outliers o grupo C foi o que mais feedbacks/minuto emitiu; e o grupo B o que menos feedbacks/minuto emitiu. Quanto ao comportamento de feedback observado no grupo A, tanto com todos os sujeitos como quando retirados os outliers, constatou-se que os tipos de feedback mais frequentemente utilizados foram os seguintes: momento de ocorrência, concorrente; retrospectiva, separado; forma, auditivo; objectivo, avaliativo positivo; afectividade, positivo; direcção, individual; acompanhamento de prática consequente ao feedback, ciclo de feedback. Relativamente ao comportamento de feedback observado no grupo B, tanto com todos os sujeitos, como quando retirados os outliers, constatou-se que os tipos de feedback mais frequentemente utilizados foram os seguintes: momento de ocorrência, concorrente; retrospectiva, separado; forma, auditivo; objectivo, prescritivo positivo; afectividade, positivo; direcção, individual; acompanhamento de prática consequente ao feedback, ciclo de feedback. No que diz respeito ao comportamento de feedback observado no grupo C, tanto com todos os sujeitos, como quando retirados os outliers, constatou-se que os tipos de feedback mais frequentemente utilizados foram os seguintes: momento de ocorrência, concorrente; retrospectiva, separado; forma, auditivo; objectivo, avaliativo positivo; afectividade, positivo; direcção, individual; acompanhamento de prática consequente ao feedback, ciclo de feedback. Relativamente às hipóteses de estudo, no que diz respeito à frequência de emissão de feedback entre os sujeitos com diferentes anos de experiência profissional como instrutores de Fitness, nas aulas de Localizada, concluiu-se o seguinte: Na hipótese 1 verificou-se existirem diferenças significativas entre os grupos na dimensão momento de ocorrência, nas categorias: concorrente (quando retirados os outliers); terminal imediato (quando retirados os outliers); terminal retardado (quando retirados os outliers). Na hipótese 2 verificou-se existirem diferenças significativas entre os grupos na dimensão retrospectiva, nas categorias: acumulado (quando retirados os outliers); e separado (quando retirados os outliers). Na hipótese 3 verificou-se existirem diferenças significativas entre os grupos na dimensão forma, na categoria: quinestésico (com todos os sujeitos da amostra ou quando retirados os outliers). Na hipótese 4 verificou-se existirem diferenças significativas entre os grupos na dimensão objectivo, nas categorias: prescritivo negativo (quando retirados os outliers); interrogativo (tanto com todos os sujeitos como quando retirados os outliers); descritivo negativo (quando retirados os outliers) Na hipótese 5 não se verificou existirem diferenças significativas entre os grupos para a dimensão afectividade nas categorias, positivo e negativo. Na hipótese 6 não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos para a dimensão direcção. nas categorias: individual; grupo e classe. Também na hipótese 7 não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos para a dimensão acompanhamento da prática consequente ao feedback. nas categorias: feedback isolado; feedback seguido de observação e ciclo de feedback. - The propose of this study was characterize pedagogic feedback from Fitness Instructors in resistance training activity, examine if there are significant differences in Fitness instructors feedback frequency per minute with different levels of professional experience at resistance training classes and, compare this behaviour type in Fitness Instructors with different levels of professional experience. The sample involved 62 resistance training instructors insert in different levels of professional experience: professional experience as Fitness instructor with ≤ 3 years of experience (group A); with + 3 to 5 years of experience (group B); and with > 5 years of experience. The instructors were from Portugal. The feedback provided by the instructors was observed through the record videos of the respective classes. It was used the pedagogical feedback observation systems (Piéron 1999; Sarmento, Veiga, Rosado, Rodrigues & Ferreira 1998; Schmidt & Lee, 1999) with 7 dimensions with 24 categories. The recording procedure used was event recording. The dimensions that were used: timing, retrospective, form, objective affectivity, direction, practice accompaniment after feedback. The feedback provided by instructors was study when they have a position like an outlier in the group they were insert. A analyse was made with and without outliers. For testing the study hypotheses was made a analyse of variance at one factor (One Way Anova), the test Boferroni, and the non parametric tests Krusskal-Wallis and Mann-Whitney. It was verificated that there are significative differences between the 3 professional experience groups as Fitness instructor in resistance training classes, in respect to emission frequency feedback/minute, such as when were considerate all instructors, or when the outliers were getting out of each group. When the 3 groups were analysed, with and without outliers, it was the group C that more feedbacks provided, and it was the group B that less feedback provided. In relation to feedback behaviour observed in group A with and without outliers, it was verificated that the feedbacks more provided were: timing, concurrent; retrospective, separated; form, auditory; objective, positive evaluate; affectivity, positive; direction, individual; practice accompaniment feedback, feedback cycle. In respect to feedback behaviour observed in group B with and without outliers, it was verificated that the feedbacks more provided were: timing, concurrent; retrospective, separated; form, auditory; objective, positive prescriptive; affectivity, positive; direction, individual; practice accompaniment feedback, feedback cycle.In relation to feedback behaviour observed in group C with and without outliers, it was verificated that the feedbacks more provided were: timing, concurrent; retrospective, separated; form, auditory; objective, positive evaluate; affectivity, positive; direction, individual; practice accompaniment feedback, feedback cycle. Related with study hypothesis in respected to emission feedback frequency between instructors with different levels of professional experience as Fitness instructor in resistance training classes it was conclude that: Hypothesis 1, verificated that there are significant differences between groups in timing dimension in the categories concurrent (without outliers), terminal immediate (without outliers), terminal delayed (without outliers). Hypothesis 2, verificated that there are significant differences between groups in retrospective dimension in the categories accumulated (without outliers), separated (without outliers). Hypothesis 3, verificated that there are significant differences between groups in form dimension in the categories kinaesthetic (with all instructors and without outliers). Hypothesis 4, verificated that there are significant differences between groups in objective dimension in the categories negative prescription (without outliers), interrogative (with all instructors and without outliers), negative descriptive (without outliers). Hypothesis 5, verificated that there are not significant differences between groups in affectivity dimension in the categories positive, negative. Hypothesis 6 that there are not significant differences between groups in direction dimension in the categories individual, group and class. Hypothesis 7 that there are not significant differences between groups in practice accompaniment after feedback dimension in the categories, isolated feedback, feedback followed by observation and feedback cycle. XV
Descrição: DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PSICOLOGIA DO DESPORTO E EXERCÍCIO, por VERA ALEXANDRA DA COSTA SIMÕES, em Vila Real,Fevereiro de 2008.Esta tese é submetida como requisito parcial para a obtenção do grau de mestre em Psicologia do Desporto da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/391
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESDRM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado 6 Fevereiro 07 Vera Simões.pdf858,71 kBAdobe PDFVer/Abrir
Tese Mestrado 6 Fevereiro 07 Vera Simões.pdf858,71 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.