Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/374
Título: Mesostigmata, parasitas de roedores do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau): dados preliminares
Autor: Crespo, Maria Virgínia
Rosa, Fernanda
Palavras-chave: Ectoparasitas
Mesostigmata
Roedores
Lagoas de Cufada
Guiné-Bissau
Data: 2008
Citação: CRESPO, M. V. ; ROSA, F. (2008)- Mesostigmata, parasitas de roedores do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau): dados preliminares. XIII Congresso Ibérico de Entomologia. Seia, 8-12 de Setembro.
Resumo: Embora os estudos sobre ectoparasitas de vertebrados domésticos e silvestres na Guiné-Bissau sejam de algum modo abundantes, sobre os ácaros mesostigmata (ACARI; MESOSTIGMATA) nunca foi publicado qualquer trabalho. Este facto poderá estar relacionado com a ausência de estudos sistematizados em pequenos mamíferos, aves ou répteis, hospedeiros preferenciais dos mesostigmata. Assim, integrado no estudo da fauna parasitária do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau), a pesquisa de ectoparasitas em 32 roedores capturados por armadilhas tradicionais ou de guilhotina, 21 em Julho de 2007 e 11 em Abril de 2008 e recolhidos em quatro (22,22%) das 18 povoações rurais (tabancas) consideradas, revelou a presença de ácaros em seis (18,75%). A colheita, preservação, montagem e identificação taxonómica efectuou-se com base nos caracteres morfológicos das fêmeas, após o esclarecimento em líquido Tendeiro. A observação directa do pêlo e da pele dos roedores permitiu a colheita de 29 ácaros, com um valor médio de cinco espécimes por hospedeiro parasitado. A identificação permitiu evidenciar Laelaps echidninus, Laelaps sp. (Laelapidae) em cinco roedores de três povoações e Dermanyssus muris (Dermanyssidae) num único proveniente de uma outra localidade. O maior número de espécimes recolhidos respeita a Laelaps echidninus observados em cinco roedores referentes ao período de Julho de 2007, relativa às áreas circundantes da Lagoa de Cufada e à área mais urbanizada do parque. A espécie Dermanyssus muris apenas foi identificada em Abril de 2008 e associada à zona de floresta densa da região sudeste do parque. Salienta-se a associação a Siphonaptera em cinco roedores.
Descrição: Apresentação em painel
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/374
Aparece nas colecções:Posters em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CrespoMV_Mesostigmata_Cufada_SEIA 2008.pdf3,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.