Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/373
Título: Siphonaptera de roedores do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau): dados preliminares
Autor: Rosa, Fernanda
Crespo, Maria Virgínia
Palavras-chave: Ectoparasitas
Insecta
Siphonaptera
Roedores
Lagoas de Cufada
Guiné-Bissau
Data: 2008
Citação: ROSA, F.; CRESPO, M. V. (2008) - Siphonaptera de roedores do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau): dados preliminares. XIII Congresso Ibérico de Entomologia. Seia, 8-12 de Setembro.
Resumo: Para além da espoliação e acção mecânica que exercem sobre o hospedeiro, os sifonápteros (INSECTA; SIPHONAPTERA) são vectores e reservatórios de numerosos agentes patogénicos, pelo que a identificação das espécies presentes têm uma grande importância epidemiológica nas relações que estabelecem com o mamífero hospedeiro e o meio ambiente, particularmente na identificação de potenciais focos de várias infecções transmissíveis ao Homem e a outros animais. Integrado no estudo da fauna parasitária do Parque Natural das Lagoas de Cufada (Guiné-Bissau), procedeu-se à pesquisa de sifonápteros em 32 roedores capturados por armadilhas tradicionais ou de guilhotina, 21 em Julho de 2007 e 11 em Abril de 2008, em sete (38,89%) das 18 povoações rurais (tabancas) consideradas. A colheita, preservação, montagem e identificação taxonómica efectuou-se de acordo com Hopkins & Rotchild (1953), Ribeiro (1974) e Beaucournu & Morel (1990). Estas primeiras observações permitiram recolher 60 sifonápteros em 12 (37,50%) roedores, dos quais 26 incluem-se em Echinophaga e as restantes em Xenopsylla - cinco exemplares pertencem a Xenopsylla aequisetosa, cinco a Xenopsylla do grupo cheopis e 24 a Xenopsylla do grupo braziliensis. A carga parasitária média por hospedeiro capturado foi de cinco exemplares e o valor mais elevado de 11 foi alcançado em roedores colhidos numa povoação associada à zona de floresta densa da região sudeste do Parque, no mês de Abril. Apenas em três hospedeiros se encontraram infecções duplas (Echinophaga sp. e Xenopsylla grupo cheopis) e triplas (Echinophaga sp. e Xenopsylla grupos cheopis e braziliensis). Salienta-se ainda a associação a Laelaps spp. em cinco hospedeiros e a Dermanyssus muris num único. O mês Abril revelou a maior abundância, enquanto que, em Julho, a diversidade específica foi superior.
Descrição: Apresentação em painel
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/373
Aparece nas colecções:Posters em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CrespoMV_Siphonaptera_Cufada_Seia 2008.pdf4,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.