Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/353
Título: Agressão, vitimação e emoções na adolescência, em contexto escolar e de lazer
Autor: Martins, Maria
Palavras-chave: Agressão
Vitimação
emoções
escola e lazer
Data: 2009
Editora: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Citação: MARTINS, Maria José D. - Agressão, vitimação e emoções na adolescência, em contexto escolar e de lazer. Revista Interacções. Nº13 (2009), p.187-207
Resumo: Este estudo teve como objectivos: comparar as experiências de agressão e/ou de vitimação que ocorrem na escola com aquelas que ocorrem no contexto de tempos livres e actividades de lazer, fora do contexto escolar, em duas regiões de Portugal; comparar as frequências dessas experiências no ano de 00/01 com as do ano 07/08 numa mesma escola; compreender o papel que as emoções desempenham associadas às condições de vítima e de agressor. Utilizámos um questionário de comportamentos referidos pelo próprio (auto-relato) para avaliar a agressão e a vitimação e um questionário de competência emocional para avaliar as emoções, em particular: a competência: para perceber e compreender emoções nos outros, para exprimir e nomear emoções, e para regular e gerir as suas próprias emoções. Os resultados enfatizam que as experiências de agressão e vitimação são mais frequentes na escola que nos tempos livres, sobretudo no que respeita às suas formas menos graves; que as vítimas parecem ter mais dificuldade em regular e gerir as emoções que os agressores e os não envolvidos; e que os agressores não se diferenciam dos não envolvidos no que respeita às várias dimensões da competência emocional avaliadas. Este tópico deverá ser objecto de mais estudos dada a popularidade que a educação emocional tem vindo a ter nos últimos anos. - The aims of this study were: to compare the experiences of victimization and aggression in school settings with those occurring in leisure settings, outside the school, in two different regions of Portugal; to compare the frequencies and types of victimization and aggression displayed in one of the schools in the year 2000/2001 with those displayed in the year 2007/2008; to understand the role that emotions play in the conditions of being an aggressor, or a victim, in adolescence. We use a self-report to assess aggression and victimization and an emotional skills and competence questionnaire to assess emotions, specifically: competence to manage and regulate emotions, to express and label emotions, and to perceive and understand emotions. The results obtained emphasize: that victimization and aggression were more frequent at school than in leisure, specially the less severe forms; and that victims have lack of competence to manage emotions but the emotional competence of aggressors don’t seem to be different from those adolescents non involved, so more studies are necessary to explore this topic considering that educational emotion at schools has becoming a popular topic and matter of concern.
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/353
ISSN: 1646-2335
Versão do Editor: http://nonio.eses.pt/interaccoes/artigos/M10%20-%20Martins%281%29.pdf
Aparece nas colecções:Volume 5 - 2009 - nº13

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
M10.pdf109,4 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.