Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/349
Título: Violência entre pares no contexto escolar em Portugal, nos últimos 10 anos
Autor: Matos, Margarida
Simões, Celeste
Gaspar, Tânia
Ferreira, Mafalda
Tomé, Gina
Gonçalves, Sónia
Reis, Marta
Camacho, Inês
Palavras-chave: Violência
Bullying/provocação
Comportamentos de saúde
Promoção de competências
Educação para a saúde
Data: 2009
Editora: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Citação: MATOS, Margarida; SIMÕES, Celeste; GASPAR, Tânia; FERREIRA, Mafalda; TOMÉ, Gina; GONÇALVES, Sónia; REIS, Marta; CAMACHO, Inês - Violência entre pares no contexto escolar em Portugal, nos últimos 10 anos. Revista Interacções. Nº13 (2009), p.98-124
Resumo: O objectivo do presente artigo é caracterizar bullying/provocação nos jovens Portugueses e os diferentes tipo de vitimas e agressores, assim como comportamentos e as competências associadas. São apresentados os resultados do estudo internacional em colaboração com a OMS, Health Behavior School Aged Children ao longo de três estudos 1998; 2002 e 2006 (Matos et al., 2001, 2003, 2006). É apresentada a comparação da violência e dos padrões de provocação ao longo dos 3 estudos. De seguida são apresentados dois estudos de investigação aprofundados: (1) é analisada associação entre uma série de diferentes tipos de comportamentos de bullying (enquanto provocado e provocador) e algumas variáveis preditoras, variáveis comportamentais. A maior parte das variáveis comportamentais ligadas ao risco está a associada positivamente e significativamente com todos os comportamentos de bullying. (2) é analisado o impacto de determinados factores no envolvimento em situações de bullying desenvolveu-se um modelo explicativo. De acordo com este modelo, os principais contextos de vida (família, amigos, colegas e professores) estão relacionados com o bullying através do seu impacto na satisfação com a escola e nos sintomas físicos e psicológicos. Os resultados do primeiro estudo aprofundado traduzem-se em linhas práticas de intervenção com o problema do bullying, a salientar a importância dos alunos percepcionarem segurança nas escolas, evitar o porte de arma e contribuir para a satisfação dos alunos. Os resultados do segundo estudo aprofundado permitem afirmar que as determinantes do bullying diferem no tipo ou no grau de impacto que apresentam nestes comportamentos. A satisfação com a escola parece ser mais importante para a provocação e para o duplo envolvimento e, por seu turno, os professores e os colegas o factor mais importante para a satisfação com a escola. Os sintomas físicos e psicológicos parecem ser um factor de risco para os 3 perfis, e a família e os colegas aparecem como o factor protector mais importante neste campo. Nas conclusões são discutidas respostas escolares ao bullying/provocação entre pares na escola, apresentado o Programa de Promoção de Competências Pessoais e Sociais na prevenção da violência entre jovens, em Portugal e defendida a Prevenção da violência nas escolas portuguesas, numa perspectiva de Educação para a Saúde. - The aim of this paper is characterize bullying in Portuguese Adolescents and the different types of victims and perpetrators, as well as behaviors and skills associated. We present the results of the international collaborative study WHO, Health Behavior in School Aged Children across three studies 1998, 2002 and 2006 (Matos et al., 2001, 2003, 2006). It is presented to compare the patterns of violence and provocation over the 3 studies. Then, two in depth research studies are presented: (1) association is examined from a number of different types of bullying behaviors (as provoked and provocative) and some predictor variables, behavioral variables. Most of the behavioral variables related to risk is associated positively and significantly with all bullying behaviors, (2) impact of certain factors involved in cases of bullying, allowing to develop an explanatory model. According to this model, the main life contexts (family, friends, colleagues and teachers) are related to bullying through their impact on satisfaction with the school and the physical and psychological symptoms. The results of this first study translate into practical guidelines for intervention with the problem of bullying, to emphasize the importance of pupils perceive school safety, prevent the carrying of weapons and contribute to student satisfaction. The results of the second in-depth study have revealed that the determinants of bullying differ in type or degree of impact that have these behaviors. Satisfaction with the school seems to be more important to the provocation and the dual involvement and, in turn, teachers and colleagues the most important factor for satisfaction with school. The physical and psychological symptoms seem to be a risk factor for the 3 profiles, and family and colleagues appear as the most important protective factor in this field. In the conclusions are discussed responses to school bullying among peers at school, presented the Program for Promotion of personal and social skills in preventing violence among young people in Portugal and defended the prevention of school violence Portuguese perspective on Health Education.
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/349
ISSN: 1646-2335
Versão do Editor: http://nonio.eses.pt/interaccoes/artigos/M6%20-%20Matos.pdf
Aparece nas colecções:Volume 5 - 2009 - nº13

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
M6.pdf142,75 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.