Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/312
Título: Contaminação ambiental por fezes de canídeos e eliminação parasitária na Vila de Óbidos
Autor: Rosa, Fernanda
Nunes, C.
Costa, F.
Crespo, Maria Virgínia
Almeida, J.P.
Palavras-chave: Contaminação fecal
Cão
Distribuição espacial
SIG
Eliminação parasitária
Vila de Óbidos
Data: 2010
Citação: Rosa, F.; Nunes, C.; Costa, F.; Crespo, M. V.; Almeida, J. P. (2010) - Contaminação ambiental por fezes de canídeos e eliminação parasitária na Vila de Óbidos. XIV Congresso Português de Parasitologia, Porto, 8-10 Setembro.
Resumo: No centro histórico da Vila de Óbidos procedeu-se à localização de fezes de canídeos, com base em GPS, ao longo de transeptos e polígonos, abrangendo todas as ruas principais e secundárias. As fezes foram quantificadas e classificadas como secas ou frescas, tendo-se colhido amostras destas últimas para pesquisa de eliminação de formas parasitárias, em três períodos, um na Primavera, outro no Verão e um último no Inverno. A modelização e distribuição espacial dos dados, foi obtida recorrendo a um SIG (Sistema de Informação Geográfica), que permitiu a integração da informação sobre uma base cartográfica, nomeadamente um ortofotomapa. As amostras foram sujeitas a análises coprológicas pelo método de Willis. Recolheu-se um total de 264 amostras de fezes, 68 (25,76%) na Primavera, 87 (32,95%) no Verão e 109 (41,29%) no Inverno. A maioria das amostras foi classificada como seca, 221 (83,71%) e apenas 43 (16,29%) foram consideradas frescas: 6 (2,27%) na Primavera, 14 (5,30%) no Verão e 23 (8,71%) no Inverno. A eliminação parasitária foi observada em 18 (32,56%) das 43 amostras frescas. Evidenciaram-se ovos de Toxocara sp. em 17 (94,44%) e ovos de Ancylostomatidae associados a Isospora sp. numa única (5,56%). Quanto ao grau de infecção verificou-se um predomínio das infecções ligeiras. Verificou-se uma grande variabilidade na distribuição espacial das amostras em função da estação do ano, predominando a sua presença em áreas não requalificadas junto à muralha e nos canteiros nas ruas principais da vila.
Descrição: Apresentação em Painel
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/312
Aparece nas colecções:Posters em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Crespo ContaminaçãoVila de Óbidos - 2010.pdf474,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.