Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/2297
Registo completo
Campo DCValorIdioma
degois.publication.locationSantarém. Escola Superior de Saúdept_PT
degois.publication.titleIntervenções de enfermagem que promovem o papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto.pt_PT
dc.contributor.advisorDias, Hélia-
dc.contributor.advisorSantiago, Conceição-
dc.contributor.authorCosta, Sara-
dc.date.accessioned2018-07-26T09:36:59Z-
dc.date.available2018-07-26T09:36:59Z-
dc.date.issued2018-03-
dc.identifier.citationCosta, S. (2018). Intervenções de enfermagem que promovem o papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto. Santarém: Escola Superior de Saúdept_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.15/2297-
dc.descriptionRelatório de estágio apresentado para obtenção do grau de Mestre em Enfermagem de saúde materna e Obstetriciapt_PT
dc.description.abstractO parto e trabalho de parto são processos fisiológicos que concedem uma experiência altamente individual para a mulher e a sua família. A nível hospitalar existe a tendência de a mulher perder a sua individualidade e autonomia durante o trabalho de parto e parto, contribuindo para isso o fato de a maioria das mulheres estar pouco capacitada para reivindicar os seus desejos face às decisões dos profissionais de saúde. Os Enfermeiros Especialistas em Enfermagem de Saúde Materna Obstétrica e Ginecológica devem colocar a mulher e família no centro das decisões, prestar cuidados centrados na mulher, recém-nascido e família e privilegiar a promoção da saúde. Para tal, é necessário compreender as intervenções que promovem o papel ativo da mulher durante o trabalho de parto e parto, sendo definida a pergunta PICo “Quais as intervenções de enfermagem que promovem o papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto?” Procedeu-se a uma revisão sistemática da literatura, segundo a metodologia do Joanna Briggs Institute (2014). Realizando-se uma pesquisa na plataforma EBSCO – Host. Foram selecionados três artigos qualitativos com nível de evidência 3c. Após a análise reflexiva dos achados do estudo em causa, as intervenções que promovem o papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto são: Promover o parto normal e humanizado, estabelecer uma relação de confiança entre a mulher e o enfermeiro, educar no período pré-natal acerca do processo de parto, permitir a partilha de experiências entre as mulheres e pares, respeitar a tomada de decisão da mulher, respeitar as preferências da mulher no processo de parto, promover a presença da pessoa significativa durante o trabalho de parto e parto e estimular a formação contínua dos profissionais de saúde. Conclui-se que colocar a mulher no centro do plano de cuidados respeita os seus direitos como pessoa e parturiente, concomitantemente, são respeitados os decursos fisiológicos do processo de parto, bem como, a promoção da saúde materno-fetal. Labor and delivery are physiological processes that concede a highly individual experience for the woman and her family. At the hospital level there is a tendency for women to lose their individuality and autonomy during labor and delivery. Since most women are not able to claim their wishes against the decisions of health professionals. Nurse - Midwifes should place women and the family at the center of decisions, provide care centered on women, newborns and the family and favor health promotion. To do this, it is necessary to understand the interventions that promote the active role of women during labor and delivery, thus it was defined the question PICo: "What are the nursing interventions that promote the active role of women in labor and delivery?" A systematic review of the literature was carried out, according to the methodology of the Joanna Briggs Institute (2014). Conducting a research on the EBSCO - Host platform. Three qualitative articles with level of evidence 3c were selected. After reflective analysis of the findings for the study, the interventions that promote the active role of women in labor and delivery were: To promote normal and humanized delivery, to establish a trust relationship between the woman and the nurse - midwife, to educate in the prenatal period about the birth process, to allow the sharing of women's and peers experiences, respecting women's decision-making, respecting women's preferences in the process of childbirth, promoting the presence of the significant person during labor and delivery and stimulating the ongoing training of health professionals. It is concluded that placing women at the center of the care plan respects their rights as a person and as a parturient, while respecting the physiological processes of the labor, as well as promoting maternal and fetal health.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectMulher grávidapt_PT
dc.subjectEducação pré-natalpt_PT
dc.subjectEmpoderamentopt_PT
dc.titleIntervenções de enfermagem que promovem o papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto.pt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
dc.description.versionN/Apt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
Aparece nas colecções:Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
relatório obtenção grau mestre SARA COSTA1.pdf796,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.