Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/208
Título: A relação das famílias imigradas com a escolaridade: comparando as famílias de origem cabo-verdiana e as de origem indiana
Autor: Seabra, Teresa
Palavras-chave: Relação família-escola
Filhos de imigrantes na escola
Indianos
Cabo-verdianos
Sucesso escolar
Data: 2006
Editora: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Citação: SEABRA, Teresa - A relação das famílias imigradas com a escolaridade: comparando as famílias de origem cabo-verdiana e as de origem indiana.Revista Interacções. Nº 2 (2006), p.141-154
Resumo: No âmbito do estudo da relação das famílias imigradas de origem indiana e cabo-verdiana com a escolaridade dos seus descendentes quando estes se encontram a frequentar a escolaridade obrigatória (2º ciclo do Ensino Básico), procura-se apreender as práticas de suporte que implementam bem como a idealização que fazem do percurso escolar dos seus descendentes. Trata-se de uma abordagem exploratória da informação recolhida através de um inquérito por questionário a alunos de escolas públicas dos concelhos de Lisboa e Loures (IALL) – aquelas em que era maior o contingente de alunos com o perfil desejado – num total de 837 alunos e de algumas entrevistas a membros das suas famílias. Das conclusões desta análise destaca-se a relação investida que as famílias imigradas tanto de origem cabo-verdiana como de origem indiana desenvolvem na relação com a escolaridade dos seus progenitores, dadas as práticas de suporte à escola que desenvolvem, não se registando diferenciações significativas em relação as famílias autóctones. Salienta-se, ainda, a amplitude dos pontos de apoio à escolaridade que se traduz, especialmente no caso das famílias de origem indiana, no recurso a uma rede considerável de pessoas exteriores ao núcleo familiar (amigos, vizinhos). - The research deals with the relationship of immigrant families of Indian and Cape Verdean origin with the schooling of their children when the latter are attending compulsory education (Second Basic Education Cycle / Grades 5 and 6). It seeks, in particular, to ascertain the support practices that the families implement and their idealization of their children’s school careers. It represents an exploratory approach to the information gathered in a questionnaire survey of state school children in the municipalities of Lisbon and Loures (IALL) – those with the highest contingent of schoolchildren reflecting the desired profile – and covers a total 837 pupils. A certain number of interviews with family members are also included. One of the particular conclusions of this analysis is the committed relationship that immigrant families of both Cape Verdean and Indian origin develop in their connection with their children’s education, given the educational support practices that prevail. No significant differences in relation to native Portuguese families are registered. Another striking aspect is the breadth of educational support points, a breadth which is reflected, particularly among families of Indian origin, in the use of a considerable network of people outside the nuclear family (friends, neighbours).
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/208
ISSN: 1646-2335
Aparece nas colecções:Volume 2 - 2006 - nº02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
B6(1).pdf189,61 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.