Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/205
Título: A participação das crianças nas práticas de relação das famílias com as escolas
Autor: Sarmento, Teresa
Marques, Joaquim
Palavras-chave: Criança
Participação
Envolvimento parental
Cidadania
Data: 2006
Editora: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Citação: SARMENTO, Teresa; MARQUES, Joaquim - A participação das crianças nas práticas de relação das famílias com as escolas. Revista Interacções. Nº 2 (2006), p.59-86
Resumo: As práticas de relação das famílias com as escolas têm sido abordadas em diferentes dimensões: as expectativas dos pais face às escolas, as práticas de relação, o associativismo de pais, os mediadores escolares na relação das escolas com as famílias, o suporte legislativo da participação dos pais no contexto escolar. São raras ou mesmo inexistentes, em Portugal, as referências sobre os papéis das crianças nessa relação. A baixa visibilidade das crianças e do seu papel nas dinâmicas sociais, por um lado, e o entendimento tradicional da escola como um sistema onde os adultos educam as crianças, por outro, têm sustentado a justificação do pouco relevo da identificação da participação das crianças nas práticas de relação como objecto de estudo. A construção do presente artigo tem uma base multidisciplinar, da área dos estudos sócio-educativos, com especiais contributos da Sociologia da Educação, da Formação de Professores e da Sociologia da Infância. Em termos de apoio empírico, reportamo-nos a situações vivenciadas no âmbito de um projecto de investigação-acção. Com base na reflexão produzida sobre situações concretas, procuraremos desocultar a participação efectiva das crianças nas práticas de relação das famílias com as escolas, promovendo, desenvolvendo ou dificultando as mesmas. A partir desta análise, pretendemos elencar um conjunto de questões que viabilizem novos debates sobre a participação das crianças em diversos fóruns, sempre numa perspectiva de integração com o todo social. - The practices of family-school relationships have been approached from different dimensions, namely parental expectations towards school, practices of relationship, parents associative movement, school mediators, legislative support of parents’ participation in the school context. References concerning children’s role in those practices are rare or practically nonexistent in Portugal. In fact, the short emphasis and recognition of children’s partaking as a subject of study, can be explained, on the one hand, by children's low visibility and role on social dynamics, and, on the other, due to the traditional view of school as a system where adults are the exclusive educators of children. The present paper is constructed under a multidisciplinary basis, extended to the field of socio-educational studies and with a special contribution from Sociology of Education, Teachers Training and Sociology of Childhood. In terms of empirical support we report to some life experiences based on an action research project. As a result of our reflection on concrete situations, we will try to uncover children’s effective participation in family’s relationship practices, as a way of promoting, developing or even hindering them. The present analysis leads us to raise several questions for future debate on children’s participation in different forums, always within an integrated/articulated perspective with the global society.
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/205
ISSN: 1646-2335
Versão do Editor: http://nonio.eses.pt/interaccoes/artigos/B3.pdf
Aparece nas colecções:Volume 2 - 2006 - nº02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
B3.pdf91,42 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.