Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/194
Título: Transições e pontos críticos das trajectórias de escolaridade: estudo de caso em seis escolas secundárias da grande Lisboa
Autor: Lopes, Margarida
Palavras-chave: Trajectórias escolares
Determinantes
Transições
“Efeito escola”
Portugal
Data: 2005
Editora: Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Citação: LOPES, Margarida Chagas - Transições e pontos críticos das trajectórias de escolaridade: estudo de caso em seis escolas secundárias da grande Lisboa.Revista Interacções. Nº 1 (2005), p.55-75
Resumo: A análise dos dados longitudinais com vista à reconstituição das trajectórias escolares individuais constitui um domínio de investigação relativamente pouco explorado em Portugal, devido à ausência regular de informação oficial com aquelas características. No entanto, e como nos mostram, entre outras, as teorias de ciclo de vida, este tipo de estudos revela-se de forte potencial explicativo, já que grande parte dos percursos escolares do(a)s adolescentes é marcada pela conjugação dinâmica de factores cuja influência se vai exercendo cumulativamente. A interacção de múltiplos determinantes, bem como a acção conjunta daqueles factores, revela-se particularmente nítida nos pontos mais críticos das trajectórias, designadamente na transição entre ciclos, e, especialmente, na forma mais ou menos bem sucedida como aquela transição tem lugar. De entre aqueles condicionantes dinâmicos das transições, pretendíamos considerar com especial detalhe neste contributo o chamado “efeito escola”, visto tanto no que concerne à potencial mobilidade entre estabelecimentos de ensino, como ao estabelecimento específico onde o Ensino Secundário foi concluído. Com base em duas sub-amostras constituídas a partir de informação recolhida por inquérito longitudinal a 530 diplomado(a)s do Ensino Secundário de quatro e duas Escolas Secundárias da Grande Lisboa, respectivamente, conseguimos tornar evidente – neste âmbito – a influência daquele “efeito escola”, a par da de outras variáveis condicionantes de consideração nem sempre habitual.Individual longitudinal data becomes of outstanding importance to depict youngsters’ scholar trajectories. Nevertheless, this kind of data is not regularly obtained by the Portuguese statistical system as yet; therefore, research based on life cycle theories, as well as some other dynamic approaches of the scholar itineraries, is still quite rare in the country. But we are fully aware of the dynamic cumulative impart most school trajectories’ determinants do exert, their cumulative and multiple influence becoming specially evident at the most critical moments – the transition between education levels. In this paper we intended to identify the possible “school effect” behind most trajectories’ and inner transitions’ determinants; and consider its eventual influence both under the form of mobility between school establishments and the one of the specific establishment in which upper secondary education certificate would have been obtained, for each pupil. For those purposes we worked with data for 530 upper secondary graduates who had previously attended six Metropolitan Lisbon’s secondary schools and which had previously been obtained throughout two individual longitudinal surveys addressed in the framework of two recent research projects which we have been responsible for. After the statistical analyses, we were able to state that, actually and among other relevant factors, the “school effect” seemed to be rather meaningful for these case studies’ trajectories.
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/194
ISSN: 1646-2335
Versão do Editor: http://nonio.eses.pt/interaccoes/artigos/A3.pdf
Aparece nas colecções:Volume 1 - 2005 - nº01

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A3.pdf76,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.