Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1719
Título: Impacto dos estilos de liderança na motivação profissional-análise comparativa entre estruturas residenciais para pessoas idosas do setor de economia social e do setor privado
Autor: Marques, Carina Alexandra Albano
Orientador: Serrano, João
Jorge, Nuno
Palavras-chave: Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI)
Economia privada
Economia social
Liderança
Motivação
Inteligência emocional
Filantropia
Altruísmo e cooperação
Data de Defesa: 28-Abr-2017
Citação: Marques, C. (2017).Impacto dos estilos de liderança na motivação profissional-análise comparativa entre estruturas residenciais para pessoas idosas do setor de economia social e do setor privado (Mestrado). Escola Superior de Gestão e Tecnologia, Santarém. Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10400.15/1719>
Resumo: O grupo de trabalho de uma organização constitui-se como um fator distintivo das restantes. A motivação dos colaboradores pressupõe que haja um líder eficaz e eficiente, no sentido de as direcionar para o alcance dos objetivos previamente definidos pelas organizações. Deste modo, independentemente da natureza jurídica das organizações ter como objetivo (ou não) o lucro, a liderança e a motivação são indissociáveis, capazes de condicionar o sucesso das mesmas. Por essa razão, uma liderança de topo eficaz é determinante para motivar os colaboradores e, consequentemente, os resultados da organização. A presente investigação procurou analisar os estilos da liderança de topo em seis Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI’s) do distrito de Leiria: três pertencentes ao setor de economia privada e três com estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), pertencentes ao setor de economia social. Procurou também compreender o impacto que esse estilo de liderança exerce na motivação profissional dos colaboradores, tendo para isso caracterizado e comparado os estilos de liderança da presidência e gerência das ERPI´s em estudo. Adicionalmente, pretendeu-se verificar se as variáveis idade, género, habilitações literárias, tempo de vinculação e distância entre local de trabalho e domicílio, influenciam a motivação dos colaboradores. Os dados empíricos deste estudo foram obtidos através de inquérito por questionário, obtendo-se uma amostra total de 69 colaboradores. Como principais conclusões, destacamos que os resultados obtidos revelam que existe correlação entre os estilos de liderança e a motivação profissional, podendo o seu impacto ser positivo ou negativo. Os estilos de liderança, bem como a motivação profissional dos colaboradores, diferem consoante a natureza jurídica da organização. A inteligência emocional correlaciona-se com o estilo de liderança de forma diferente no setor da economia social e no setor privado, bem como os comportamentos de filantropia, altruísmo e cooperação entre organizações semelhantes.
Descrição: Dissertação, Mestrado, Gestão de Organizações de Economia Social, Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia, 2017
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1719
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESGTS
Mestrado em Gestão de Organizações de Economia Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CarinaAlexandraAlbanoMarques_Mestrado_GOES_2017.pdf1,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.