Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1709
Título: O impacto da doença de Alzheimer nos cuidados informais
Autor: Costa, Mónica Filipa Fronteira
Orientador: Silva, Perpétua
Palavras-chave: envelhecimento
doença de Alzheimer
cuidador informal
impacto
aging
Alzheimer's disease
informal caregive
impact
Data de Defesa: 25-Out-2016
Resumo: O envelhecimento está associado a várias alterações biológicas, psicológicas e sociais que vão decorrendo ao longo da vida. A doença de Alzheimer é responsável por mais de metade dos quadros de demência e é caracterizada por um declínio progressivo das faculdades cognitivas do indivíduo. O presente estudo teve como principal objetivo identificar o impacto da doença de Alzheimer nos cuidadores informais. Especificamente, pretendeu-se identificar o perfil do cuidador, a qualidade de vida dos mesmos antes, durante e após a prestação de cuidados e perceber as diferenças entre dois grupos de cuidadores entrevistados (os que são acompanhados pelo Alzheimer Portugal e os que não têm esse apoio). Trata-se de uma pesquisa qualitativa e a amostra foi composta por 16 cuidadores informais, dos quais 9 são acompanhados pela Alzheimer Portugal – Núcleo do Ribatejo e 7 que não têm esse apoio. Foram realizados inquéritos por entrevista aos cuidadores de doentes de Alzheimer e às técnicas do Núcleo (Assistente Social e Psicóloga). A técnica utilizada para a análise de dados foi a análise de conteúdo temática. O impacto da DA nos cuidadores informais aponta para uma sobrecarga negativa na vida dos cuidadores. São referidos sentimentos de tristeza, revolta, medo, saturação e desgaste físico e psicológico. Nos últimos anos têm surgido vários estudos que indicam que as pessoas que prestam cuidados a familiares idosos (principalmente dependentes e dementes) durante longos períodos, frequentemente experienciam problemas de saúde devido à sobrecarga e desgaste prolongado. É importante o apoio e acompanhamento destes cuidadores, encontrando estratégias para cuidar do doente mas principalmente para cuidar de si, pois só assim poderá cuidar do seu familiar.
Aging is associated with several biological, psychological and social changes that will occur throughout life. Alzheimer's disease accounts for more than half of dementia frames and is characterized by progressive decline of cognitive faculties of each individual. This study’s objective was to identify the impact of Alzheimer's disease in informal caregivers. Specifically intended to identify the caregiver profile, the quality of life of the same before, during and after the care and understand the differences between the caregivers interviewed groups (those who are accompanied by Alzheimer Portugal and those without such support). This is a qualitative research and the sample was composed by 16 informal caregivers of which 9 are accompanied by Alzheimer Portugal - Core Ribatejo and 7 do not have that support. Surveys were conducted by interviewing the caregivers of Alzheimer's patients and core techniques (Social Assistant and Psychologist). The technique used for data analysis was the analysis of thematic content. The impact of AD on informal caregivers points to a negative burden in the lives of caregivers. They are often referred to feelings of sadness, anger, fear, saturation and physical and psychological stress. In recent years there have been several studies showing that people who care for elderly relatives (mainly dependent and demented) for long periods, often experience health problems due to overloading and extended wear. It is important to support and monitor these caregivers, find strategies to care for the sick but mainly to look after themselves, because only then you are able to take care of your family responsibily.
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do grau de mestre em Educação Social e Intervenção Comunitária
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1709
Aparece nas colecções:Mestrado em Educação Social e Intervenção Comunitária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_Mónica Costa.pdf2,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.