Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1650
Título: Comparison of body composition and body fat distribution of patients following a cardiac rehabilitation program and sedentary patients
Outros títulos: Comparison of body composition and body fat distribution of patients following a cardiac rehabilitation program and sedentary patients
Autor: Pimenta, Nuno
Santa-Clara, Helena
Fragoso, Isabel Januario
Palavras-chave: cardiac rehabilitation
coronary artery disease
body fat distribution
body composition
exercise
composição corporal
distribuição de gordura corporal
doença das artérias coronárias
reabilitação cardíaca
exercício físico
Data: Jul-2010
Citação: Pimenta, N.; Santa-Clara, H.& Fragoso, Isabel Januario(2010). Comparison of body composition and body fat distribution of patients following a cardiac rehabilitation program and sedentary patients, Revista Portuguesa de Cardiologia, 29, (7-8), 1163-1180.
Resumo: O objectivo desta investigação foi analisar a composição corporal e a distribuição de gordura corporal de sujeitos com doença das artérias coronárias (DAC) envolvidos num programa estruturado de reabilitação cardíaca (PRC) e sujeitos com DAC que não participam em qualquer PRC. População e métodos: A amostra foi constituída por 62 sujeitos do sexo masculino, caucasianos, com DAC diagnosticada, oriundos de cada um de dois grupos estudados: grupo C/PRC (n=31) foi constituído por sujeitos que participavam na fase IV de um PRC há mais de um ano (idade: 58 + 10 anos); grupo S/PRC (n=31) foi constituído por sujeitos que não participavam em qualquer PRC (idade: 59 + 12 anos). Foi observada a composição corporal e distribuição de gordura corporal dos sujeitos da amostra, através da análise por Densitometria por Raio-X de Dupla Energia (DXA). Foram recolhidas medidas antropometricas. Resultados principais: sujeitos que não participaram em qualquer PRC apresentaram valores superiores, aos sujeitos do grupo C/PRC, nas variáveis massa corporal total (p<0,05), IMC (p<0,05), quantidade (kg) de massa gorda (MG) (p<0,05) e % MG (p<0,05). O grupo S/PRC tambem apresentou valores superiores de MG tronco (p<0,01), % MG tronco (p<0,01), MG abdominal total (p<0,01), % MG abdominal total (p<0,01), MG visceral (p<0,01), % MG visceral total (p<0,01), MG abdominal subcutânea (p=0,05) e na razao MG abdominal total/MG (p<0,05). Tambem foi possivel observar maior prevalencia de obesidade (IMC> 30 kg/m2) no grupo S/PRC (p<0,05), ou seja, neste grupo um em cada tres sujeitos era obeso, enquanto no grupo C/PRC apenas um em cada dez sujeitos foi assim classificado. Nao foram observadas diferencas significativas entre os grupos nas outras variaveis em estudo, incluindo a massa isenta de gordura total e regional. Conclusões: Os resultados encontrados permitem concluir que os sujeitos que não participaram em qualquer PRC apresentaram um perfil de composição corporal e de distribuicao de gordura corporal menos adequado a sua condicao clinica. A maior quantidade de gordura em depositos especificos, assim como os valores superiores encontrados na razao MG abdominal total/MG, confirmam que estes sujeitos apresentaram uma distribuicao de gordura mais adversa. Estes resultados vao ao encontro da tendencia observada em estudos de intervencao em sujeitos com DAC.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1650
ISSN: 0870-2551
Versão do Editor: http://www.elsevier.pt/pt/revistas/revista-portuguesa-cardiologia-334
Aparece nas colecções:Artigos em revistas internacionais - ESDRM

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Artigo1_RPC.pdf144,43 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.