Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1605
Título: Relação entre eficácia e tempo despendido para os media modernos em Portugal:as marcas Coca-Cola e Pepsi
Autor: Carloto, João Diogo Duarte
Orientador: Gaspar, Fernando C.
Palavras-chave: Meios publicitários
Novo paradigma
Internet
Televisão
Imprensa
Rádio
Eficácia
Exposição
Coca-cola
Pepsi
Redes sociais
Data de Defesa: 3-Out-2016
Citação: Carloto, J. (2016). Relação entre eficácia e tempo despendido para os media modernos em Portugal:as marcas Coca-Cola e Pepsi (Mestrado). Escola Superior de Gestão e Tecnologia, Santarém. Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10400.15/1605>
Resumo: No contexto comunicacional atual, é fulcral para as empresas conhecer a eficácia dos meios publicitários que têm à sua disposição, de modo a alcançar mais facilmente o seu mercado-alvo. A sociedade atual encontra-se perante um novo paradigma: a internet é o meio mais recente, aquele que apresenta maior potencial de crescimento e o mais completo em termos de formatos. Mas a televisão é, em Portugal, líder em termos de audiências e público. Não se deve, contudo, menosprezar o valor da imprensa e da rádio que, apesar de serem meios com muito menor popularidade, representam ainda um investimento publicitário relevante. O objetivo do presente estudo é descobrir o grau de eficácia de cada um dos 4 meios enunciados tendo em conta o grau de exposição dos indivíduos a cada um desses meios (em número de dias e em horas), nos casos das marcas Coca-Cola e Pepsi.Este foi o ponto de partida para o desenvolvimento da dissertação, que apresenta os resultados de um estudo sobre a relação entre o grau de eficácia dos meios publicitários e o tempo de exposição aos mesmos (em dias e em horas). Em termos de metodologia, foi aplicado um questionário online dirigido a todos os indivíduos de nacionalidade portuguesa residentes em Portugal ou no Estrangeiro que consumissem Colas. Procurou-se descobrir as preferências em termos de consumo de colas, bem como em termos de meios publicitários. Tentou-se também percecionar as frequências de utilização e de exposição dos diversos meios (Televisão, Imprensa, internet/Redes Sociais e Rádio) e o grau de eficácia dos meios e das diversas formas de publicidade a eles associadas. Foi possível chegar às seguintes conclusões: O único meio publicitário no qual a Pepsi consegue rivalizar ligeiramente com a Coca-Cola e o seu monopólio é a Internet/Redes Sociais; A Internet e as Redes Sociais representam as preferências da maioria dos inquiridos; A televisão está em segundo lugar em termos de preferências; A imprensa e a rádio assumem valores muito inferiores;No geral, em termos de frequência de utilização (em dias por semana) e número de horas por dia, a Televisão e a Internet/Redes Sociais assumem a dianteira; No entanto, a popularidade dos meios referidos parece não se traduzir numa relação forte entre a frequência de utilização/número de horas dedicadas e a eficácia (real e/ou percecionada); É na imprensa e na rádio que esta relação se apresenta mais forte; O número de horas dedicado aos meios tem mais influência na eficácia do que a frequência de utilização (em dias por semana).
Descrição: Dissertação, Mestrado, Marketing, Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia, 2016
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1605
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESGTS
Mestrado em Marketing

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
joaodiogoduartecarloto_mestrado_MK.pdf3,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.