Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1460
Título: Liderança e satisfação dos colaboradores:um estudo de caso aplicado a Organizações de Economia Social
Autor: Freire, Maria do Céu Santos
Orientador: Leal, Susana
Palavras-chave: Liderança ética
Satisfação dos colaboradores
Significado do trabalho
Economia Social
Data de Defesa: 6-Mai-2016
Citação: Freire, M. (2016). Liderança e satisfação dos colaboradores:um estudo de caso aplicado a Organizações de Economia Social (Mestrado). Escola Superior de Gestão e Tecnologia, Santarém. Disponível na WWW em: <http://hdl.handle.net/10400.15/1460>
Resumo: O presente estudo investiga de que forma as perceções de liderança ética influenciam o nível de satisfação dos colaboradores. Investiga, ainda, o efeito moderador do significado do trabalho na relação entre liderança ética e satisfação. O estudo é aplicado a três organizações de Economia Social. A amostra é constituída por 97 trabalhadores. Destes 90% são do género feminino, 45% têm habilitações literárias inferiores ao 9º ano, 28% ensino secundário e 27% ensino superior. A idade média é 43,8 anos (DP:11,1), 14% desempenham cargos de chefia e a antiguidade média na organização é de 11,1anos (DP:7,7). Os dados foram recolhidos através de questionário. A liderança ética foi medida através da escala de De Hoogh e Den Hartog (2008), abarcando três dimensões: moralidade e justiça, clarificação do papel dos colaboradores, e partilha de poder. A satisfação no trabalho através da escala de Fields (2002) e o significado no trabalho através da escala adaptada por Rego et al. (2013b) de Bakker (2005) e Fry et al. (2005).As principais conclusões a que se chegou são: (a). As perceções de liderança ética influenciam de modo positivo e significativo a satisfação com o trabalho; (b) O significado do trabalho modera a relação entre a liderança ética e a satisfação no trabalho; (c) A relação entre a liderança ética e a satisfação com o trabalho é mais forte para os indivíduos que possuem mais elevadas perceções de significado do trabalho. As pessoas que atribuem ao seu trabalho maior significado (vocação) reagem mais positivamente/fortemente com maiores níveis de satisfação perante líderes que reconhecem como éticos.
Descrição: Dissertação, Mestrado, Gestão de Organizações de Economia Social, Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia, 2016
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1460
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESGTS
Mestrado em Gestão de Organizações de Economia Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MariaCeuSantosFreire_Mestrado_GOES.pdf1,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.