Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/142
Título: Estudo do tipo e grau de parasitismo em caprinos das raças Serrana, Algarvia, Serpentina e Charnequeira: aplicação e análise de um esquema de controlo integrado
Autor: Francisco, Pedro Ribeiro
Frazão, Joaquim Noronha
Fazendeiro, M. I.
Jorge, Ana Teresa
Palavras-chave: Caprino
Cabra
Raça animais
Hospedeiro
Parasitismo
Diagnóstico de laboratório
NEMATODA
Data: 1990
Editora: Sociedade Portuguesa de Ovinotecnia e Caprinotecnia
Citação: FRANCISCO, P.M. R.; FRAZÃO, J. N.; FAZENDEIRO, M. F.; JORGE, A. T. P. (1990) - Estudo do tipo e grau de parasitismo em caprinos das raças Serrana, Algarvia, Serpentina e Charnequeira: aplicação e análise de um esquema de controlo integrado. In Colectânea Sociedade Portuguesa de Ovinotecnia e Caprinotecnia: Divulgação e Desenvolvimento, 1(1): 91-108
Resumo: Este ensaio de âmbito parasitológico decorreu na Estação Zootécnica Nacional – Unidade de Parasitologia – e na Escola Superior Agrária de Santarém – Herdade da Agolada de Baixo. Consistiu na análise e determinação do significado epidemiológico da aplicação de um esquema de controlo integrado do parasitismo em caprinos das raças Serrana, Algarvia, Serpentina e Charnequeira. O programa aplicado constou de três tratamentos anti-helmínticos (antes das cobrições e das parições e no final do ensaio). Utilizaram-se tratamentos anti-helmínticos distintos no que respeita aos seus princípios activos, isto é, as raças Serrana e Algarvia foram desparasitadas com o princípio activo Febantel, enquanto que as raças Serpentina e Charnequeira foram sujeitas ao princípio activo Oxfendazole. O ensaio decorreu entre 20 de Abril de 1988 e 30 de Março de 1989, com o total de 70 cabras, sendo a cobrição natural. Formaram-se dois lotes de cabras de cada raça (Tratado e Testemunho). Neste ensaio foram identificados dois tipos de parasitismo nas raças caprinas estudadas – Estrongilose gastrintestinal e Protostrongilidose. Verificou-se que tanto os animais desparasitados com o princípio cativo Oxfendazole, como nos desparasitados com o princípio activo Febantel, ambos na dose dupla, houve quebras de eliminação parasitária dos grupos Tratados nas quatro raças estudadas, embora essa quebra fosse menos evidente na Estrongilose gastrintestinal. Quanto ao efeito dos anti-helmínticos sobre os pârametros sanguíneos apreciados, concluíram-se que não tiveram uma acção signficativa sobre os mesmos, dado que o parâmetro eosinofilia apresentou alterações significativas durante o período de lactação, alteração esta que pode ser devido à presença durante todo o ensaio de uma forma de parasitismo do tipo histiocitário, assim como os valores de hematócrito e de hemoglobina apresentarem-se-nos também com valores abaixo dos considerados como normais, o que nos levou a concluir que se encontram presentes parasitas grastrointestinais hematófagos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/142
Aparece nas colecções:Comunicações em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
JOR_FRANCFRAZ_Cap90.pdf513,18 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.