Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/136
Título: Evolução das populações da mosca-branca-dos-citrinos (Aleurothrixus floccosus) e do parasitóide Cales noacki, em pomares de citrinos da região de Santarém
Autor: Godinho, Joana
Sobreiro, José
Dias, João
Poupino, Filipe
Palavras-chave: Fruta cítrica
Aleurothrixus floccosus
Cales noacki
Luta biológica
Santarém
Data: 1994
Editora: Câmara Municipal de Silves
Citação: GODINHO, J.; SOBREIRO, J.; DIAS, J.; POUPINO, F. - Evolução das populações da mosca-branca-dos-citrinos (Aleurothrixus floccosus) e do parasitóide Cales noacki, em pomares de citrinos da região de Santarém. In: 1º Congresso de citricultura / Sociedade Portuguesa de Fitiatria e Fitofarmacologia. - Silves : Câmara Municipal, 1994. - 405-419
Resumo: A mosca branca dos citrinos (Aleurothrixus floccosus) foi assinalada pela primeira vez em Portugal em 1977, no Algarve (Moncarapacho), devido à importação clandestina de citrinos (Guerreiro, 1978, Silva, 1980, Vieira, 1980), estando actualmente disseminada por todas as regiões citrícolas do País (Silva, 1980, Vieira, 1980), nomeadamente na região de Santarém, embora com diferentes graus de infestação. O conhecimento do comportamento da praga e da acção do seu antagonista mais eficaz (Cales noacki), assim como da prospecção de outros auxiliares a ela associados na região de Santarém, com base nas capturas de armadilhas cromotrópicas amarelas foi o objectivo deste trabalho realizado no pomar de citrinos da Escola Superior Agrária de Santarém no âmbito da cooperação com o Centro Nacional da Protecção da Produção Agrícola, e que constituiu tema para dois trabalhos de fim de curso (Dias, 1990, Poupino, 1992) com observações respectivamente em 1989 e 1990. Associa-se um estudo de evolução das diferentes fases do ciclo biológico da praga, através de observações directas nos ramos jovens e um estudo sobre o efeito da lavagem com água e detergente na actividade da mosca, do Cales noacki e de outros auxiliares. O traçado da curva de voo da mosca branca obtido através das capturas semanais em placas cromotrópicas amarelas, ao longo do ano de 1989 (Dias, 1990 e 1990 (Poupino, 1992), num pomar de limoeiros evidenciou cinco períodos de voo distintos. A evolução percentual da ocupação de folhas com adultos, posturas e colónias jovens aponta também para a existência de cinco gerações com correspondência directa com o traçado da curva de voo obtida através das capturas com as placas cromotrópicas. Das curvas de capturas do parasitóide Cales noacki saliente-se o acentuado decréscimo de actividades nos meses de Agosto e Setembro pelo efeito das elevadas temperaturas. O estudo do impacto da Cales noacki e outros grupos de insectos auxiliares evidenciou um efeito depressivo sobre a praga, sobretudo num curto período após a operação da lavagem e um acentuado e duradouro efeito nefasto para o Cales noacki e outros himenópteros e para o coccinelídeo predador Clitostethus arcuatus. A recuperação da praga foi muito mais rápida que a dos auxiliares que mantiveram sempre níveis mais elevados nas parcelas não tratadas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/136
Aparece nas colecções:Comunicações em conferências e congressos_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GodinhoJ_Mosca94.pdf988,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.