Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1326
Título: Influência do espaço e do número de jogadores nos comportamentos técnicos e táticos de jogadores de futebol do escalão sub9
Autor: Domingos, Sérgio
Orientador: Catela, David Paulo Ramalheira
Palavras-chave: Futebol
Ensino-aprendizagem
Jogos reduzidos
Comportamento técnico e tático
Constrangimentos
Football
Teaching and learning
Small-sided-games
Technical and tactical behavior
Constrainsts
Data de Defesa: 2013
Resumo: Resumo O objetivo deste trabalho foi verificar se existe influência da dimensão física e do número de jogadores nos comportamentos técnicos e táticos de jogadores de futebol do escalão sub-9. Também se verificou se a presença ou não de guarda redes influencia esses comportamentos. Na investigação participaram 48 jogadores com idades compreendidas entre os 5 e os 8 anos (6,94±0,78 anos) e a sua prática na modalidade varia entre 1 e 4 anos (2,02±0,91 anos). A recolha de dados foi realizada através da filmagem de 6 jogos reduzidos (4x4 em espaços diferentes: 20mx20m, 25mx15m, 30mx20m, 30mx30m, 35mx25m, 35mx35m) para testar a influência da dimensão espaço e de 4 jogos (3x3, 4x4, 5x5, GR+4x4+GR num espaço 35mx25m) para verificar a influência do número de jogadores nos comportamentos técnicos e táticos de jogadores de futebol deste escalão. Os jogos tiveram a duração de 6 minutos com 2 minutos de intervalo entre si. Os resultados demonstram que: i) é na condição 30mx20m que se verifica um maior número de passes, de remates com sucesso, de 1x1 com e sem sucesso, de condução de bola e de corte/interceção; ii) A presença de guarda redes estimula um jogo centrado na equipa e a não presença potencia comportamentos individuais centrados na relação do jogador com a bola; iii). Menor número de jogadores potencia o número de passes, duelos 1x1 e recuperações de bola; iv) Espaços menores potenciam remates. A partir dos resultados conclui-se que existe influência da dimensão física e do número de jogadores nos comportamentos técnicos e táticos de jogadores do escalão sub-9.
Abstract The objective of this study was to establish the influence of physical size and number of players on the technical and tactical behaviors of soccer players under level 9. It was also found that the presence or absence of goalkeeper influence these behaviors. In the research participated 48 players aged 5 to 8 years (6.94 ± 0.78 years) and practice in sport varies between 1 and 4 years (2.02 ± 0.91 years). Data collection was performed by shooting 6 games reduced (4x4 in different spaces: 20mx20m, 25mx15m, 30mx20m, 30mx30m, 35mx25m, 35mx35m) to test the influence of the size and space of 4 games (3x3, 4x4, 5x5, GR+4x4+GR 35mx25m a space ) to verify the influence of the number of players in the technical and tactical soccer players of this level behaviors. The results show that:1) is provided 30mx20m that there is a greater number of passes, attempts with success, 1x1 successful and unsuccessful, the ball driving and cutting/interception. 2) The presence of goalkeeper stimulates centered in the team game and no presence enhances individual behaviors centered on the relationship of the player with the ball. 3) Fewer players enhances the number of passes, duels 1x1 and recoveries of the ball. 4) Smaller spaces potentiate shots. From the results it is concluded that there is influence of physical size and the number of players in the technical tactical behaviors of players of sub -9 level .
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre em Desporto com especialização em Treino Desportivo
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1326
Aparece nas colecções:Mestrado em Desporto - Treino Desportivo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado SérgioDomingos.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.