Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1317
Título: Aplicação da teoria da autodeterminação ao contexto do futebol: estudo da relação entre as necessidades psicológicas básicas, a regulação da motivação e a perceção do esforço
Autor: Saraiva, Ana
Orientador: Cid, Luís
Palavras-chave: avaliação psicológica
desporto
necessidades Psicológicas Básicas
teoria da autodeterminação
psychological assessment
sports
basic psychological Needs
self-determination theory
motivação
perceção do esforço
motivação autónoma e controlada
satisfação global
perceived exertion
autonomous and controlled Motivation
overall satisfaction
Data de Defesa: 1-Jul-2013
Resumo: Estudo Um: Adaptar e validar preliminarmente um instrumento de avaliação das necessidades psicológicas básicas para o contexto do desporto A Teoria da Autodeterminação é uma a abordagem psicológica sobre a motivação, que se preocupa com as causas e as consequências da forma como o ser humano regula o seu comportamento. Esta teoria indica que a base do comportamento autodeterminado (regulação para formas intrinsecamente motivadas) passa pela satisfação de três necessidades psicológicas básicas (competência, autonomia e relacionamento). O objectivo principal deste estudo é adaptar e validar preliminarmente um instrumento de avaliação das necessidades psicológicas básicas para o contexto do desporto. Para tal, participaram no estudo 243 jogadores de futebol (n=254), com idades compreendidas entre os 16 e 36 anos (M=21,72; SD=5,29) e com diferentes escalões de competição (seniores, juvenis e juniores). Utilizamos como instrumento o Basic Psychological Needs Exercise Scale (BPNES). Os principais resultados obtidos revelaram que as suas qualidades psicométricas iniciais comprovam a adequação da adaptação efectuada, demonstrando que a sua estrutura factorial possui índices bastante aceitáveis de validade e de fiabilidade. Assim, poderá ser utilizada, com alguma confiança, na avaliação das necessidades psicológicas básicas dos atletas na modalidade de Futebol. No entanto, dados os problemas encontrados com o item 1, consideramos fundamental a continuação dos estudos que aprofundem a validade factorial deste instrumento de medida.
Study one: Adapt and validate a preliminary assessment tool for basic psychological needs for the context of sport The Self-Determination Theory is a psychological approach on motivation, which is concerned with the causes and consequences of how humans regulate their behavior. This theory states that the basis of self-determined behavior (for regulation forms intrinsically motivated) passes through satisfaction of three basic psychological needs (competence, autonomy and relationship). The main objective of this study is to adapt and validate a preliminary assessment tool for basic psychological needs for the context of sport. To do so, 243 participated in the study soccer players (n = 254) aged between 16 and 36 years (M = 21.72, SD = 5.29) and with different levels of competition (senior, youth and junior ). Used as instrument the Basic Psychological Needs Scale Exercise (BPNES). The main results showed that their initial psychometric qualities prove the suitability of place, demonstrating that its factor structure has quite acceptable levels of validity and reliability. Thus, it can be used with some confidence in the assessment of basic psychological needs of athletes in the sport of Football. However, given the problems encountered with item 1, we consider the continuation of fundamental studies to further investigate the factorial validity of the measuring instrument.
Estudo Dois: Estudar a relação entre as necessidades psicológicas básicas, a regulação da motivação e a perceção de esforço dos atletas A teoria da autodeterminação (SDT) é uma macro teoria que se preocupa com as causas e as consequências do comportamento autodeterminado. Por essa razão, está entre as mais populares e contemporâneas abordagens sociocognitivas da motivação humana, tendo vindo a ser aplicada nas últimas três décadas aos mais diversos contextos. Desta forma, o principal objectivo deste estudo foi analisar a relação entre as necessidades psicológicas básicas (NPB), a regulação da motivação e a perceção de esforço dos atletas. Participaram neste estudo 144 jogadores de futebol (N=144), do sexo masculino, com média de idades de compreendidas entre os 16 e os 35 anos (M=21,48; SD=5,26) e de diferentes escalões de competição (seniores, juvenis e juniores). Para a recolha dos dados foram utilizadas as versões portuguesas adaptada para o Desporto da Basic Psychological Needs in Exercise Scale (BPNESp), Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (BRSQ: Lonsdale, Hodge, & Rose, 2008) e a subescala Intrinsic Motivations Inventory (IMI: MacAuley et al., 1989), versão portuguesa de Fonseca e Brito (2001). Os principais resultados revelaram que existe uma correlação positiva e significativa entre a satisfação global e entre a motivação autónoma, bem como com o esforço. A satisfação global tem uma correlação negativa com a amotivação e com a motivação controlada.
Study Two: Study the relationship between the basic psychological needs, regulation of motivation and perception of effort of athletes The self-determination theory (SDT) is a macro theory that is concerned with the causes and consequences of self-determined behavior. For this reason, is among the most popular contemporary approaches and sociocognitive of human motivation, having been applied in the past three decades the most diverse contexts. Thus, the main objective of this study was to assess the relationship between the basic psychological needs (NPB), regulation of stress perception and motivation of athletes. The sample was 144 football players (N = 144) were male, with an average age of between 16 and 35 years (M = 21.48, SD = 5.26) and different levels of competition (senior, youth and junior). To collect the data used were the Portuguese versions adapted for the Sport of Basic Psychological Needs in Exercise Scale (BPNESp), Behavioral Regulation in Sport Questionnaire (BRSQ: Lonsdale, Hodge, & Rose, 2008) subscale and Intrinsic Motivations Inventory (IMI: MacAuley et al., 1989), the English version of Fonseca and Brito (2001). The main results revealed that there is a positive and significant correlation between overall satisfaction and motivation among autonomous, and with the effort. Overall satisfaction has a negative correlation with amotivation and controlled motivation.
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia do Desporto e do Exercício
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1317
Aparece nas colecções:Mestrado em Psicologia do Desporto e Exercício

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Ana Saraiva.pdf648,17 kBAdobe PDFVer/Abrir
Capa Dissertação Mestrado Ana Saraiva.pdf155,51 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.