Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1259
Título: Enfermeiro promotor da adaptação da família com idoso em situação de doença crónica
Autor: Sousa, Angela
Orientador: Reis, Alcinda
Esparteiro, Maria João
Palavras-chave: ENFERMAGEM FAMILIAR
DOENÇA CRONICA
ADAPTAÇAO
Data de Defesa: Out-2012
Citação: Sousa, A. (2012). Enfermeiro promotor da adaptação da família com idoso em situação de doença crónica. Santarem: Escola Superior de Saude
Resumo: A família é uma unidade complexa, dinâmica, com forte influência nos comportamentos de saúde. A necessidade de aprofundar conhecimentos sobre as necessidades da família, enquanto alvo dos cuidados de enfermagem, urge com o intuito de melhorar o processo de cuidados à pessoa e à sua família. Por todas as particularidades inerentes ao envelhecimento, etapa do ciclo vital, é pertinente conhecer as intervenções do enfermeiro que promovam a adaptação da família do idoso em situação de doença cronica. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura na base de dados EBSCO, com o intuito de refletir e analisar criticamente as intervenções realizadas com as famílias em contexto da prática. Formulou-se uma pergunta em formato PI[C]O, selecionando-se três artigos que iam de encontro à temática da adaptação da família com idoso em situação de doença crónica, emergente do contexto de estágio. Da revisão da literatura, emerge o desafio da enfermagem que é o cuidar envolvendo não só as necessidades individuais da pessoa idosa mas também as da sua família como um todo. Numa posição privilegiada, o enfermeiro deve manter uma perspetiva holística e de interação, reconhecendo não só a família como parceira no cuidar, mas também como alvo dos seus cuidados. Atualmente, existe uma tendência cada vez maior para se transferir o cuidar para o domicílio responsabilizando assim as famílias, assumindo esta um papel crucial, maioritariamente desenvolvido por mulheres, verificando-se que, em muitas ocasiões, essa transferência não é acompanhada com a devida avaliação quanto às condições dos familiares para que o acolhimento da pessoa dependente seja feito sem qualquer tipo de risco. Alguns estudos destacam a importância das unidades hospitalares e outras a nível comunitário se organizarem no sentido de planear melhor a transferência da pessoa para o domicílio e para o desenvolvimento de programas de formação para cuidadores em diversas áreas possibilitando o desenvolvimento de competências na família, capacitando-a para a autonomia e desenvolvimento de habilidades em situação de dependência de um dos membros da família. A prática de enfermagem deve ter em conta a família como alvo de cuidados e ajudá-la a desenvolver competências, autonomia e envolvimento no processo de cuidados. ABSTRACT The family unit is complex, and dynamic, with strong influence on health behaviors. The need to increase knowledge about the needs of the family as the target of nursing care, is urgent in order to improve the process of care to the person and his family. For all the peculiarities inherent in the aging stage of the life cycle, it is pertinent to know the nursing interventions that promote the adaptation of the elder in the family situation of chronic disease. A systematic literature review was made in EBSCO data base, with the meaning of critically analyze and reflect the interventions held with the families in context of practice. Selecting three articles that went against the theme of the family adaptation with an elder in chronic disease, emergent of the internship context, a question in PI[C]O format was made. From this literature review, the challenge of nursing care involving not only the individual needs of the elder but also those of his family as a whole has emerged. In a privileged position, the nurse must maintain a holistic perspective and interaction, recognizing not only the family as a partner in care, but also a target of care. There is an increasing tendency to transfer the care to the household making the families responsible, assuming therefore a crucial role, mainly developed by women, verifying that, in many instances, this transfer is not accompanied with proper assessment as to conditions of the family so that the hosting of the dependent patient is made without any risk. Some studies highlight the importance of hospitals and other community-level organizing themselves in order to better plan the transfer of the patient to the home and to develop training programs for caregivers in many areas enabling the development of skills in the family, enabling for autonomy and the development of skills in a situation of dependency of family members. The practice of nursing should take into account the family as the focus of care and help them develop skills, autonomy and involvement in care.
Descrição: Relatório de Estagio apresentado para obtenção do grau de Mestre na área de Enfermagem de Saúde Familiar
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1259
Aparece nas colecções:Mestrado em Enfermagem de Saúde Familiar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Enfermeiro promotor da adaptação....pdf2,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.