Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1177
Título: Estilo de liderança dos treinadores de basquetebol em Portugal. Perceção, preferência e nível de satisfação dos atletas da Liga Profissional Masculina
Autor: Nogic, Goran
Palavras-chave: Liderança
Satisfação
Treinador
Basquetebol
Leadership
Satisfaction
Coach
Basketball
Data de Defesa: 2014
Resumo: Na área da psicologia de desporto, a liderança tem sido nos últimos anos, um dos temas mais abordados. Têm-se realizado inúmeros estudos, por parte de investigadores nacionais e internacionais, com praticantes de diferentes modalidades desportivas, inseridas em diferentes contextos culturo-sociais e diferentes níveis de prática. O objetivo do presente estudo recai sobre a vontade (e necessidade) de identificar e explorar os estilos de liderança dos treinadores de basquetebol em Portugal. Em paralelo pretende-se comparar a auto-perceção do estilo de liderança dos treinadores de basquetebol da Liga Profissional com a perceção e o estilo de liderança preferido dos atletas. Por fim é importante analisar também o nível de satisfação dos atletas que são no fundo os “principais atores” das performances desportivas. Os principais instrumentos da metodologia aplicada foram diferentes questionários de auto-perceção, perceção, preferência de estilos de liderança dos treinadores e questionários para avaliar a satisfação dos atletas. Os dados obtidos foram analisados através de diferentes características como por exemplo, o género dos treinador e dos atletas treinados, a experiencia do treinador, o nível de formação profissional, o caracter da competição... Participaram na investigação 129 treinadores e 114 atletas da Liga Professional de Basquetebol em Portugal (LPB). Para determinar se as diferenças entre os grupos foram significativas, foi utilizado o nível de significância de 0,05. Os resultados encontrados retrataram que os treinadores auto-percecionam que os seus estilos de liderança são mais baseados no reforço (média = 4,43) e treino-instrução (média = 4,31). Por outro lado mesmo sendo o comportamento autocrático menos preferido pelos atletas da LPB (média = 2,78), os treinadores ficam mais autocráticos consoante o aumento da sua experiencia ou mudando de escalões de formação para escalões sénior, e ainda mais caso estes trabalhem na LPB. Por fim quanto ao nível da satisfação, os resultados demostraram que, só o comportamento autocrático do treinador não está em correlação com nível de satisfação dos atletas, enquanto a perceção dos atletas sobre treino-instrução, suporte social, reforço e comportamento democrático do treinador influencia significativamente o nível de satisfação dos atletas.
In the field of sport psychology, leadership has been, one of the most studied topics, for the past years. There have been numerous of studies published, from national and international researchers, with athletes from different sports, inserted in different social and cultural contexts and with different levels of practice. Aim of this study is focused on the wish (and need) to identify and explore the leadership styles of basketball coaches in Portugal. In parallel we will compare self-perception of coach leadership style with player’s perception and preferred leadership style of basketball coaches from Professional Portuguese League. Finally, it is important to analyze level of satisfaction of the athletes who are "main actors" of sport performances. The main methodology instruments were different questionnaires for self-perception, perception, and preferences in different coaches’ leadership styles and questionnaires for athlete’s satisfaction. The data obtained were analyzed using different criteria such gender of coaches and athletes, coach experience, level of professional education, character of the competition... In the present research participated 129 coaches and 114 athletes from the Professional Basketball League (LPB). To determine if the differences between the means of any groups were significant, the significance level of 0.05 was used. The results reflected that coaches base their leadership styles on positive feedback (mean=4.43) and training-instruction (mean=4.31). On the other hand, despite the autocratic behavior is the least preferred by athletes of LPB (mean=2.78), the coaches are more autocratic with more experience or moving from youth teams to senior level or even more if working in LPB. Finally, the results showed that only the autocratic behavior of the coaches is not in correlation with the level of satisfaction of the athletes, while the athlete’s perception of training-instruction, social support, positive feedback and democratic behavior of coaches significantly influences satisfaction levels of athletes.
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre em Desporto, com especialização em Treino Desportivo. Orientadores: Professor Doutor Carlos Manuel Marques da Silva; Professora Doutora Carla Chicau Borrego
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1177
Aparece nas colecções:Mestrado em Desporto - Treino Desportivo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertação CAPA Goran Nogic.pdf207,11 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertação MESTRADO Goran Nogic.pdf2,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.