Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1139
Título: Impostos diferidos:análise exploratória às sociedades cotadas nas praças financeiras de Amesterdão, Lisboa, Londres e Paris
Autor: Simões, Fábio Alexandre Cardoso
Orientador: Lopes, Ilídio Tomás
Palavras-chave: Diferenças temporárias
Divulgação
Impostos diferidos
Reconhecimento
Rendibilidade
Mensuração
Data de Defesa: 2-Fev-2015
Resumo: Esta dissertação verifica o impacto da aplicabilidade da IAS 12, sobre o reconhecimento e divulgação de ativos e passivos por impostos diferidos. O objetivo específico desta investigação prende-se, em evidenciar aspetos de convergência e divergência no relato financeiro apresentado pelas sociedades cotadas nas praças financeiras de Amesterdão, Lisboa, Londres e Paris. Procurando identificar a magnitude dos impostos diferidos reconhecidos nas demonstrações financeira, e analisar eventuais associações estatisticamente significativas. Numa primeira abordagem será feita um enquadramento normativo e uma revisão da literatura, a fim de situar a problemática dos impostos diferidos, com o nosso estudo empírico, confrontando assim os nossos resultados obtidos com os estudos já previamente elaborados. Na segunda fase procedemos à caraterização da população em estudo, tendo por base os seus setores de atividade, a população total são de 185 sociedades cotadas, mas serão excluídas dessa população as sociedades do setor financeiro, seguradoras, sendo que estas têm um regime de contabilização diferente dos outros setores de atividade.Serão excluídas também sociedades cotadas que participam em mais de um índice bolsista, tomando como critério a localização da sede. Assim ficamos com uma população ajustada de 150 sociedades cotadas ao qual se incidirá o nosso estudo, optouse por um horizonte temporal de 1 ano de acordo com os dados recolhidos através dos Relatórios e Contas de 2012. Na última fase do nosso estudo é análise e a discussão de resultados, pois culmina com a elaboração do relatório. Nos testes estatísticos realizados apontaram de um modo geral que as associações são muito instáveis, indicando que a dependência linear entre as variáveis em estudo é na sua maioria fraca. Contudo destacamos uma forte associação positiva da “Rendibilidade do Ativo”, em relação direta da com a “Rendibilidade dos Capitais Próprios” e “LN_EBIT”. Na variável “LN_ISR” à existência de uma forte associação positiva com o “LN_Ativo”.Ao nível de independência do índice de divulgação, verificamos que não existe independência com o “LN_Ativo”, o “Endividamento” e a “Rendibilidade dos Capitais Próprios”. Contudo verificamos a independência do índice de divulgação com as variáveis (Ln_EBITDA, Rendibilidade Bruta das vendas, Setor de atividade, Índice Bolsista e LN_Imposto Sobre rendimento). Sobre o Índice de Divulgação, encontramos diferenças significativas com as variáveis (LN_Ativo, Endividamento, Rendibilidade dos Capitais Próprios, LN_EBITDA e LN_Imposto Sobre Rendimento).
Descrição: Dissertação, Mestrado, Contabilidade e Finanças, Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia, 2015
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1139
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado_ESGTS
Mestrado em Contabilidade e Finanças

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FabioAlexandreCardosoSimoes_Mestrado_CF_2015.pdf2,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.