Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1131
Título: Atividade Física e Saúde Mental Efeitos de um Programa de Exercício Físico em Sujeitos com Diagnóstico Clínico de Perturbações do Humor e Psicóticas
Autor: Jesus, Alexandra
Palavras-chave: Exercício físico
saúde
bem-estar
perturbações do humor
perturbações psicóticas
Exercise
health
well-being
mood disorders
psychotic disorders
Data de Defesa: 2013
Resumo: Resumo O objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos que um programa de exercício pode ter na saúde física (indicadores antropométricos e da função cardiorrespiratória) e mental (satisfação com a vida, vitalidade subjetiva, autoestima global e estados de humor positivos – vigor e negativos – depressão) de sujeitos com diagnóstico de perturbações de humor e psicóticas. Participaram neste estudo 5 indivíduos (n=5), de ambos os géneros (3 femininos; 2 masculinos), com uma média de idades de 41,20 ± 14,27 anos e com um diagnóstico prévio de psicose, nomeadamente, doença bipolar e esquizofrenia. Os participantes encontravam-se em processo de reabilitação, em regime de Hospital de Dia no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental, do Hospital Distrital de Santarém. Os instrumentos utilizados para avaliar os indicadores de saúde mental foram: a Satisfaction With Life Scale (SWLS: Diener, Emmons, Larson & Griffin, 1985), para avaliar a satisfação com a vida; a Subjective Vitality Scale (SVS: Ryan & Frederick, 1997), para avaliar a vitalidade subjetiva; a a Rosenberg Self-Esteem Sclae (RSES: Rosenberg, 1965), para avaliar a autoestima global; e ainda a Profile of Mood States (POMS: McNair, Lorr & Droppleman, 1971), para avaliar os estados de humor. No que respeita aos indicadores de saúde física foram utilizados: Estadiómetro e Balança (altura e peso), Aparelho de Bioempedância – Tanita BC545 (massa gorda) e Analisador de Gases K4 (consumo máximo de oxigénio e frequência ventilatória). O programa de exercício físico foi desenvolvido durante 12 semanas, com três sessões semanais, e duração de 45 a 60 minutos cada, constituído por uma caminhada (30 minutos efetivos), na qual era controlada a intensidade de exercício. Para analisar os grupos (experimental e placebo), em função das variáveis de estudo, utilizamos os testes não paramétricos, nomeadamente, o teste de Mann Whithey (U) para comparar diferenças entre avaliações e o teste Wilcoxon (W) para comparar diferenças entre grupos. O nível de significância adotado foi de p≤.05. Os principais resultados mostraram que não houve diferenças estatisticamente significativas nas variáveis estudadas, quer entre avaliações, quer entre grupos, concluindo-se que o programa de exercício implementado não teve qualquer efeito na saúde física e mental dos sujeitos com perturbações do humor e psicóticas. No entanto, estes resultados devem ser interpretados também em função das limitações e constrangimentos ocorridos durante o estudo, em especial no que diz respeito ao número final de participantes do programa.
Abstract The aim of this study was to analyze the effects that an exercise program can have on physical (anthropometric and cardiorespiratory function) and mental health (life satisfaction, subjective vitality, self-esteem and overall positive mood states - force and negative - depression) of subjects with a diagnosis of mood disorders and psychotic. 5 subjects participated in this study (n = 5), of both sexes (3 female, 2 male) with a mean age of 41.20±14.27 years and a previous diagnosis of psychosis, including bipolar disorder and schizophrenia. Participants were in the rehabilitation process, under the Day Hospital in the Department of Psychiatry and Mental Health, Hospital District of Santarém . The instruments used to assess the mental health indicators were the Satisfaction With Life Scale (SWLS : Diener , Emmons , Larson, & Griffin , 1985) , to assess satisfaction with life, the Subjective Vitality Scale (SVS : Ryan & Frederick , 1997) , to assess the vitality subjective; a Rosenberg Self-Esteem Scale ( RSES : Rosenberg , 1965) to assess global self-esteem , and also the Profile of Mood States (POMS : McNair , Lorr & Droppleman , 1971), to evaluate mood states. With regard to physical health indicators were: scale and stadiometer (height and weight), Apparatus Bioimpedance - Tanita BC545 (fat mass) and K4 Gas Analyzer (maximal oxygen uptake and ventilatory rate). The exercise program was developed over 12 weeks with three weekly sessions , lasting 45-60 minutes each, consisting of a walk (30 minutes effective), which was controlled exercise intensity. To analyze the groups (experimental and placebo), according to the study variables, we used nonparametric tests, namely the Mann Whithey (U) to compare differences between evaluations and the Wilcoxon test (W) to compare differences between groups . The level of significance was set at p ≤.05. The main results showed no statistically significant differences in the variables between both evaluations, or between groups, concluding that the exercise program implemented had no effect on physical and mental health of individuals with mood disorders and psychotic. However, these results should be interpreted also due to limitations and constraints that occurred during the study, particularly as regards the final number of program participants.
Descrição: Projeto de Investigação apresentado para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia do Desporto e do Exercício. Orientador: Professor Doutor Luís Cid; coorientador: Professora Doutora Teresa Bento
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1131
Aparece nas colecções:Mestrado em Psicologia do Desporto e Exercício

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação mestrado_AF e Saúde Mental (Alexandra Jesus).pdf526,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.