Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1119
Título: A Escola a Tempo Inteiro no 1º Ciclo:Atividades de Enriquecimento Curricular – Que perceção?
Autor: Bento, Susana
Palavras-chave: Atividades de Enriquecimento Curricular
1º ciclo do Ensino básico
Data de Defesa: 5-Mar-2014
Resumo: A presente investigação enquadra-se nos trabalhos de pesquisa dos estudos curriculares. Foi realizada no sentido analisar, descrever e problematizar a implementação do conceito de escola a tempo inteiro no 1º ciclo do Ensino Básico. Procurámos aferir qual a influência das Atividades Extra Curriculares (AEC) no processo de desenvolvimento do currículo, na cultura e no clima da escola, no aproveitamento e comportamento dos alunos numa escola em constante adaptação a novas realidades educativas. Do ponto de vista social, a “Escola a Tempo Inteiro” é, para muitas famílias, uma medida relevante, garantindo que as crianças possam estar na escola enquanto encarregados de educação desenvolvem as suas atividades profissionais. Assim, com o alargamento do período permanência na escola reveste-se de particular importância a qualidade das AEC que a escola oferece. Do ponto de vista da estrutura deste trabalho, procedeu-se de acordo com os objetivos propostos, ou seja, fizemos uma revisão bibliográfica que subsidia o enquadramento teórico onde se procurou compreender teoricamente a problemática em questão, com base em autores que escreveram sobre o tema. Na componente prática, analisámos o caso de um grupo de sessenta e seis alunos de três turmas do 3º e 4º anos de escolaridade e respetivas professoras titulares de turma, recorrendo a uma metodologia de investigação com duas fases de investigação empírica. A primeira fase, de natureza mais quantitativa, centrou-se nos aspetos que caracterizam os alunos (idade, género) e nas variáveis que possibilitam compreender a sua opinião sobre as atividades de enriquecimento curricular, permitindo identificar disposições dentro da população em estudo. A segunda fase, de natureza mais qualitativa, visou conhecer, através da técnica da entrevista, a posição das professoras titulares de turma e dos professores das AEC, face à implementação das atividades de enriquecimento curricular na escola. Tivemos ainda em consideração conversas informais, a observação participante, registando também alguns dados em grelhas de observação, na medida em que desenvolvemos a nossa atividade profissional nesse contexto. Da análise feita aos dados recolhidos foi possível chegar a algumas conclusões que dão relevo à importância das AEC (Atividades de Enriquecimento Curricular) nas Escolas do 1.º Ciclo Ensino Básico do agrupamento em estudo. Constatou-se, também, que as AEC têm uma dimensão sociocultural evidente, pela sua dimensão socioeducativa. Deste estudo, emerge a necessidade envolver as crianças a partir da determinação dos seus verdadeiros interesses, fomentando o máximo potencial de cada individuo nas Atividades de Enriquecimento Curricular. Salientaram-se ainda outros aspetos não menos relevantes, que poderão interferir negativamente com a qualidade do serviço prestado neste novo conceito de Escola a Tempo Inteiro, nomeadamente o método de seleção e recrutamento dos professores das AEC; a falta de tempo para supervisão e articulação com os PTT; as condições físicas e/ou materiais deficitárias na maioria das escolas e ainda o facto de os alunos permaneceram sete horas no mesmo espaço físico.
This research is embodied in the investigations into curriculum studies. It was undertaken in order to analyse, describe and question the implementation of the concept of full time school in the 1st Cycle of Basic Education. We sought to gauge the influence of Extra Curricular Activities (ECA) in the curriculum design process, in the culture and climate of the school, in the use and behaviour of pupils in a school constantly adapting to new educational achievements From a social point of view, “Full Time School” is for many families a relevant measure guaranteeing that children can be at the school whilst the parents develop their own professional activities. In this way, extending the period of attendance at school is of particular importance to the quality of ECA that the school offers. From the point of view of the structure of this work, carried out in accordance with the objectives, ie, we undertook a review of literature that underpins the theoretical framework where we sought to understand the problem in question theoretically, based on published authors on the subject . In the practical component, we examined the case of a group of sixty-six students from three classes from the 3rd and 4th years of schooling and the respective classroom teachers, using a research methodology with two phases of empirical investigation. The first phase, of a more quantitative nature, focussed on the aspects that characterize the students (age, gender) and the variables that make it possible to understand one’s opinion of the activities to enrich the curriculum, permitting identification of provisions within the study population. The second phase, of a more qualitative nature, sought to understand, through interview techniques, the position of Class teachers and ECA teachers, given the implementation of activities to enrich the school curriculum. We took into consideration informal conversations, participant observation, noting also some data in observation grids, as we develop our professional activity in this context. From the analysis of the data collected it was possible to reach some conclusions which emphasized the importance of ECA in schools of the 1st Cycle of Basic Education of the study group. It was also noted that ECA has an evident socio-cultural dimension through its socio-educative dimension. The need to involve children in determining their true interests arises from this study, promoting the maximum potential of each individual in Curricular Enrichment Activities. Other aspects, no less relevant, were emphasized which could interfere negatively with the quality of service in this new concept of Full Time School, including the method of selection and recruitment of teachers in ECA, lack of time for supervision and coordination with the PTT, the physical and/or material loss in most schools and also the fact that the pupils remained in the same physical space for seven hours.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado para a obtenção do grau de Mestre na Área de Administração Educacional.Orientador: Professor Doutor António Manuel Caldas Mesquita Guimarães
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1119
Aparece nas colecções:Mestrado em Administração Educacional

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TRABALHO-FINAL.pdf1,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.