Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.15/1017
Título: Protecção biológica de conservação e gestão de largadas de auxiliares
Autor: Figueiredo, E.
Martins, J.
Godinho, Maria do Céu
Mateus, C.
Valério, E.
Silva, E. B.
Silva, R.
Gago, João
Seabra, S.
Rebelo, M.
Mexia, A.
Palavras-chave: biodiversidade funcional
diversidade genética
diversidade genética
limitação natural
luta biológica
tratamento biológico
biological control releases
biological control risks
functional biodiversity
genetic diversity
natural control
Data: 2014
Editora: Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém (UIIPS)
Citação: Figueiredo, E.; Martins, J.; Godinho, M. C.; Mateus, C.; Valério, E.; Silva, E. B.; Silva, R.; Firmino, J.; Paulo, O. S.; Gago, J.; Seabra, S. G.; Rebelo, M. T. & Mexia A. (2014), Protecção biológica de conservação e gestão de largadas de auxiliares. Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém, 2 (2) 112-125.
Resumo: Os complexos de espécies de parasitóides e predadores que limitam as populações das principais pragas de culturas hortícolas protegidas, mosquinhas brancas, larvas mineiras, lagartas, afídeos e tripes, têm vindo a ser estudados na região Oeste desde há mais de 25 anos. A riqueza específica encontrada nestes complexos é elevada. Algumas das espécies identificadas são comercializadas para largadas. Estas largadas podem afectar as populações dos agentes de luta biológica presentes nas culturas, ao nível da composição específica dos complexos, da abundância populacional de cada espécie e na proporção relativa dos vários genótipos presentes nas populações. Está a decorrer uma operação/projecto ProDeR, medida 4.1, promovida por duas empresas agrícolas e três instituições de ensino superior público, que pretende definir regras de actuação no combate às pragas destas culturas face à intensidade de ataque observada e aos auxiliares autóctones presentes e sua abundância, com o objectivo de definir regras para eventuais tratamentos biológicos e analisar as consequências destes, de forma a melhor adequar as estratégias de protecção a adoptar.-------The species complexes of parasitoids and predators which control populations of the main pests of vegetable protected crops have been studied for the last 25 years in the Oeste region. Species richness found in the complexes which prey or parasitize the main pests found in these crops, such as whiteflies, leafminers, caterpillars, aphids and thrips is high. Some of the identified species are commercialized for biological control releases. These releases can affect populations of the naturally occurring biological control agents, regarding species composition of the complexes, species abundance and representativeness of the genotypes present in the populations. A ProDeR - measure 4.1 operation/project promoted by two enterprises and three higher education institutions is ongoing. The aim of this project is to define decision rules to control pests of protected crops taking into account pest attack severity, beneficial arthropod species present and their abundance, and through this to define rules for eventual commercial releases of beneficial arthropods and to analyse their consequences. This will lead to the adoption of more adequate plant protection control measures.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.15/1017
ISSN: 2182-9608
Versão do Editor: http://www.ipsantarem.pt/wp-content/uploads/2014/04/revista-UIIPS_N2_V2_-2014_Vf-2.pdf
Aparece nas colecções:Artigos em revistas nacionais_ESAS

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GODINHO_ProtBiologica_CongUIIPS2014.pdf5,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.